Publicidade

X

Estado

Sabesp instalará hidrômetros supersônicos para monitorar consumidores

O objetivo da companhia é descobrir rapidamente fraudes e problemas de medição que possam sugerir eventuais perdas financeiras Por Agência Brasil

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 21/09/2018 às 20:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) vai instalar 150 mil hidrômetros supersônicos com tecnologia IoT (internet das coisas) para monitorar a distância grandes consumidores que representam 45% do faturamento da companhia na região metropolitana de São Paulo. O objetivo é descobrir rapidamente fraudes e problemas de medição que possam sugerir eventuais perdas financeiras. Por meio de um sensor, a transmissão de dados é feita por redes fixas de radiofrequência.

O projeto será implantado depois de a Sabesp ter feito testes com 500 imóveis utilizando a tecnologia. “Os sensores registram e transmitem os consumos dos imóveis diariamente, permitindo análises estatísticas do comportamento de consumo dos clientes, inclusive para detectar e reparar eventuais vazamentos internos aos imóveis com agilidade, além da identificação de possíveis irregularidades através de alarmes”, explicou a companhia.

Segundo o superintendente de planejamento e desenvolvimento da Sabesp na Região Metropolitana de São Paulo, Marcello Xavier Veiga, o projeto piloto ainda está funcionando. “O objetivo era testar a rede para ver se ela era confiável e se tem um sinal bom e o resultado tem sido bastante positivo. Nesses 500 pontos conseguimos identificar vazamentos o que permitiu a atuação rápida com redução de perdas”.

De acordo com Veiga, o foco desses novos 150 mil hidrômetros serão os clientes com maiores consumos, independente se a categoria é residencial, comercial ou industrial. Entram nesse grupo consumidores com volume acima de 50 metros cúbicos. “Certamente vai gerar economia porque permitirá atuar rapidamente nas fontes de perda, reduzindo os custos para a empresa e consequentemente na tarifa, o que beneficia toda a população”, disse Veiga.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

lançamento

Conheça Versão Savana: a mais radical da Mitsubishi L200 Triton

Apresentada há um ano, a atual L200 Triton Savana tem preço sugerido de R$ 299.990 e é produzida em Catalão (GO)

EMPATE

Corinthians empata com Atlético-MG em jogo morno

Partida acabou em 0 a 0 neste domingo (14), na Neoquímica Arena

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter