últimas notícias
O GT Black Series, da Mercedes-Benz, tem detalhes em preto
O GT Black Series, da Mercedes-Benz, tem detalhes em preto
Foto: Divulgação

Briga de carros grandes

Enquanto a BMW ataca com o esportivo X7 Edition Dark Shadow, a Mercedes-AMG responde com o GT Black Series, um carro de competição nas ruas

A tendência de versões com detalhes em preto ou totalmente enegrecidas vai e volta na indústria automotiva. Agora é a vez de duas gigantes travarem uma queda de braço. Enquanto a BMW ataca com o X7 Edition Dark Shadow, a divisão esportiva da Mercedes-Benz, a AMG, responde com a GT Black Series. Os detalhes precisamente coordenados do design e recursos para carroceria e o interior dão ao X7 o status de um item de colecionador. O modelo estará disponível em todo o mundo e poderá ser combinado com todos os motores oferecidos para o X7. Uma característica exclusiva são as rodas de liga leve M de 22 polegadas em design de raio V com acabamento fosco Jet Black e equipado com pneus mistos.

Macaque in the trees
O BMW X7 Edition Dark Shadow tem acabamento fosco jet black

Uma combinação de estilo e ambiente luxuoso caracteriza o interior do modelo desta edição, disponível com seis ou sete lugares. O motorista e o passageiro da frente desfrutam de assentos confortáveis eletricamente ajustáveis com função de memória. Um volante em couro M e os detalhes do equipamento BMW Individual têm um alto nível de exclusividade, contribuindo para isso o estofamento completo de couro BMW Individual Merino na variante específica de dois tons Night Blue/Black com costuras contrastantes, assim como o forro de teto em Night Blue com acabamento em Alcântara, como a parte superior do painel de instrumentos e os apoios de braços das portas.

Macaque in the trees
O interior do X7 tem bancos eletricamente ajustáveis para o piloto e o passageiro da frente e estofamento completo em couro

A produção do X7 se iniciou em 2018 e, ao contrário do X5, ele não está disponível com tração traseira, mas com um sistema de tração nas quatro rodas (xDrive) para todas as versões. Na Europa, os motores a diesel e a gasolina estão disponíveis, enquanto a escolha é limitada aos motores a gasolina nos Estados Unidos. A transmissão é sempre a automática de 8 velocidades.

Apenas uma semana depois de sua estreia mundial, o novo Mercedes-AMG GT Black Series já pode ser adquirido a um preço inicial de 335.240 euros (pouco mais de R$ 2 milhões). Durante o desenvolvimento deste novo modelo, os engenheiros refizeram a maioria de suas ideias mecânicas e de conhecimento de design. Os resultados incluem o mais poderoso motor de produção AMG V8 de todos os tempos (730 cavalos), combinado a um design expressivo, aerodinâmica mais sofisticada, mistura de materiais mais inteligentes e dinâmica de direção mais emocionante. O acabamento especial da pintura com feixe de magma é reservado para a série e pode ser encomendado como opcional para as outras configurações.

O V8 twin-turbo de 4,0 litros tem torque de 81 kgfm, impulsionando, conforme a AMG, a GT Black Series de zero a 100 km/h em 3,2 segundos e a uma velocidade máxima de 325 km/h. O motor da GT Black é acoplado a uma transmissão de dupla embreagem automática de 7 marchas, localizada no eixo traseiro, ajudando na distribuição de peso, e conectada por meio de um tubo de torque de fibra de carbono pesando 40% menos que a versão de alumínio encontrada em outros modelos AMG GT.

Externamente, os detalhes de pintura que caracterizam a versão GT Black estão em duas "línguas" negras no capô que se unem no teto do carro e na tampa do "porta-malas", no destacado aerofólio traseiro, nas rodas, nos dois para-choques e, naturalmente, na inconfundível grade Panamericana frontal. Dentro, o modelo é composto pois dois "cockpits", bancos de competição, porém, confortáveis ao sentar, direção esportiva com base reta e um completo sistema de infoentretenimento, tudo em tons negros e cinza.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta