últimas notícias
CBR 600RR 2020
CBR 600RR 2020
Foto: fotos: Divulgação

Em sua melhor forma

A CBR 600RR 2020 é uma versão atualizada da superesportiva lançada em 2013

A Honda CBR 600RR chega a sua versão 2020 com importantes atualizações técnicas e estilísticas e um refinamento geral das características mais admiradas pelos fãs das versões precedentes. O valor de venda no Japão é de quase R$ 78 mil. Não há previsão para a chegada do modelo ao Brasil.

Macaque in the trees
O redesenho da área frontal da CBR 600RR 2020 mantém a personalidade das superesportivas da marca japonesa

Na parte estética, a nova CBR 600RR mantém a personalidade das superesportivas da Honda. O redesenho da área frontal e lateral teve como alvo conseguir o menor coeficiente de arrasto aerodinâmico da categoria, contribuindo para a melhoria do desempenho na aceleração, velocidade máxima e maneabilidade. Os "winglets", apêndices aerodinâmicos, evidenciam o esmero técnico e geram "downforce", pressão aerodinâmica que incrementa a estabilidade especialmente na fase de entrada de curvas e nas reacelerações. Completa a lista de novidades da Honda CBR 600RR 2020 a iluminação full-led, o painel de instrumentos de cristal líquido TFT e o comando da embreagem deslizante assistido. O sistema Quick Shifter bidirecional para mudança de marchas sem uso da embreagem será disponibilizado como acessório e vendido separadamente.

Macaque in the trees
O novo design contribuiu para diminuir o coeficiente de arrasto, o que melhora o desempenho na aceleração e velocidade máxima

Equipada com o conhecido motor de quatro tempos arrefecido a líquido, de quatro cilindros em linha, DOHC de 16 válvulas, de exatos 599cc, a potência máxima nesta nova versão é de 121 cavalos a 14 mil rpm, com torque máximo de 6,5 kgfm a 11.500 rpm. Para atingir números tão elevados, a rotação na qual a potência máxima é atingida foi aumentada em 500 rpm em comparação ao motor da CBR 600RR anterior.

Macaque in the trees
O motor da CBR 600RR 2020 é um quatro tempos arrefecido a líquido, com quatro cilindros em linha e 121 cavalos de potência

A proposta da Honda foi manter uma das mais apreciadas características da CBR 600RR: conciliar a potência com facilidade de condução, que permite aos pilotos desfrutarem das qualidades do motor em vários terrenos. A atualização do "pacote eletrônico" trouxe a tecnologia que permite selecionar diferentes "riding modes", opções de gestão, alterando o comportamento da motocicleta de acordo com as condições de uso. Foi adotado o IMU - Inertial Measurement Unit, que registra em tempo real o comportamento dinâmico da motocicleta. Junto com o acelerador eletrônico throttle-by-wire (TBW) e múltiplos sensores, o IMU fornece parâmetros para a atuação de sistemas como o Honda Selectable Torque Control (HSTC), a frenagem eletrônica ABS, o Wheelie Mitigation Control e o Selectable Engine Brake.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta