últimas notícias
Grand Cherokee de quinta geração incorpora motor híbrido plug-in
Grand Cherokee de quinta geração incorpora motor híbrido plug-in
Foto: Divulgação

Jeep coloca no mercado duas versões do Grand Cherokee

A Jeep apresenta o primeiro Grand Cherokee híbrido e também uma versão Trailhawk com capacidade fora-de-estrada jamais vista

Na sua escalada de comemoração do octogésimo aniversário, a Jeep coloca no mercado duas versões do Grand Cherokee – a 4xe, o primeiro modelo eletrificado da marca norte-americana, e a Trailhawk, com a máxima capacidade off-road. O Grand Cherokee de quinta geração lançado nos Estados Unidos baseia-se em seu legado como o SUV mais premiado de todos os tempos e incorpora ainda um novo motor híbrido plug-in, arquitetura e design externo e interno totalmente novos, acabamentos artesanais e tecnologias de ponta no segmento de utilitários esportivos de tamanho grande. À medida em que a Jeep se move em direção ao seu futuro “Zero Emission”, a nova geração traz uma promessa da fabricante: ser o Grand Cherokee mais avançado e capaz de toda a trajetória do modelo, surgida em 1992. “O Jeep Grand Cherokee é um ícone global e levará a marca a uma nova era de recursos 4x4, de tecnologia, de classe premium e de eletrificação, com um equilíbrio de dinamismo na estrada, capacidade 4x4 e desempenho 4xe”, desafiou Christian Meunier, CEO da Jeep. A versão Trailhawk chegará às concessionárias norte-americanas no último trimestre deste ano, enquanto a 4xe, no início de 2022. Ainda não há previsão sobre o desembarque dos dois modelos no mercado brasileiro.

Segundo a Jeep, a tecnologia 4xe aumenta a diversão, a liberdade e a aventura, atributos pelos quais a marca Jeep é conhecida, ao mesmo tempo que oferece desempenho, economia de combustível e sustentabilidade. A 4xe combina dois motores elétricos, uma bateria de 400 volts, um turbo 2.0 de quatro cilindros a gasolina e uma transmissão automática TorqueFlite de 8 velocidades. O primeiro Grand Cherokee eletrificado tem potência combinada de 375 cavalos e um torque máximo de 64 kgfm, com uma autonomia no modo 100% elétrico de 40 quilômetros e um consumo médio de combustível de 24,2 km/l. O motor I-4 turboalimentado de 2,0 litros com baixo consumo de combustível faz parte da família Stellantis de propulsores globais de médio porte (GME). Esse motor de injeção direta usa um turbo de baixa inércia montado diretamente na parte traseira dos cilindros. A eficiência é melhorada graças ao uso da direção assistida elétrica e de um compressor de ar-condicionado acionado eletricamente, evitando que essas cargas sejam assumidas pelo propulsor. “O motorista do Grand Cherokee 4xe pode adaptar seu híbrido a cada circunstância, desde usar o modo elétrico em trechos curtos até fazer longas viagens sem se preocupar com a autonomia. Em 2025, ofereceremos um veículo Jeep totalmente elétrico em todos os segmentos de SUV”, prometeu Meunier.

Macaque in the trees
O primeiro Grand Cherokee eletrificado tem potência combinada de 375 cavalos e um torque máximo de 64 kgfm, com uma autonomia no modo 100% elétrico de 40 quilômetros - Divulgação

O Grand Cherokee 4xe incorpora uma bateria de 400 volts de 17 kWh. As unidades de bateria e os controles estão localizados sob o piso e protegidos por uma série de placas. O sistema inclui uma unidade para aquecer e outra para resfriar, mantendo as baterias em sua temperatura ideal para um melhor desempenho. Para isso, utiliza um resfriador que aproveita o ar-condicionado para reduzir a temperatura da bateria quando necessário. O sistema 4xe tem ainda um Módulo de Carregamento Duplo Integrado que combina um carregador de bateria e um conversor DC/DC em uma única unidade e um Módulo Inversor de Energia compacto. Todos os eletrônicos de alta tensão são selados e à prova d'água. Com isso, o Grand Cherokee 4xe é capaz de entrar na água em uma profundidade de até 61 centímetros. A porta de carregamento fica localizada abaixo da tampa no lado esquerdo do para-choque dianteiro, que abre e fecha por pressão para facilitar o “abastecimento” frontal nas estações. A entrada conta com indicadores de leds que informam sobre o status da operação. Para o motorista, o monitor do nível da bateria fica na parte superior do painel de instrumentos.

Leia Mais

Conheça o novo sedã da Caoa Chery

Já o novo Grand Cherokee Trailhawk leva a capacidade 4x4 a um nível ainda mais alto. A versão tem pneus off-road de série, câmara off-road integrada, suspensão a ar Quadra-Lift com até 28,7 centímetros de distância em relação ao solo, grandes ângulos de entrada, saída e ventral, uma caixa de transferência ativa Quadra-Drive II com diferencial de deslizamento limitado eletrônico traseiro e sistema de controle de tração Selec-Terrain. A Trailhawk traz o motor Pentastar 3.6 V6 a gasolina totalmente em alumínio capaz de produzir 293 cavalos de potência e 36 kgfm de torque, acoplado à transmissão automática TorqueFlite de 8 velocidades. Esse motor tem capacidade de reboque de até 2.812 quilos e uma autonomia estimada em 800 quilômetros. Os clientes que desejarem ainda mais força podem optar pelo 5.7 V8 a gasolina de 357 cavalos e 53 kgfm de torque, com capacidade de rebocar até 3.265 quilos.

Macaque in the trees
O painel frontal apresenta tomadas HVAC elegantes, um console central realinhado para melhor acesso da posição do motorista e dois visores digitais de 10,1 polegadas, um para o painel de instrumentos e outro para a tela sensível ao toque para gerenciamento da multimídia com integração de Apple CarPlay e Android Auto - Divulgação

O luxuoso interior da nova geração do Jeep Grand Cherokee evoluiu trazendo materiais artesanais e modernas comodidades. O painel frontal apresenta tomadas HVAC elegantes, um console central realinhado para melhor acesso da posição do motorista e dois visores digitais de 10,1 polegadas, um para o painel de instrumentos e outro para a tela sensível ao toque para gerenciamento da multimídia com integração de Apple CarPlay e Android Auto. Pela primeira vez no segmento, há um display interativo para o passageiro dianteiro de 10,25 polegadas e um novo sistema de entretenimento HD com Fire TV integrada para pessoal de trás. Os novos bancos dianteiros têm comprimento variável e até dezesseis posições diferentes, incluindo ajuste lombar elétrico e memória. Os níveis de acabamento mais altos das versões oferecem funções de massagem para os bancos do motorista e do passageiro dianteiro. Assentos aquecidos e ventilados estão disponíveis nas duas filas, com controles de ajuste de três níveis. O design do console central apresenta interruptores atualizados e mais espaço de armazenamento no compartimento frontal para abrigar dois dispositivos e um carregador sem fio.

Macaque in the trees
A Trailhawk traz o motor Pentastar 3.6 V6 a gasolina totalmente em alumínio capaz de produzir 293 cavalos de potência e 36 kgfm de torque - Divulgação

O novo Jeep Grand Cherokee é produzido no Complexo de Montagem de Detroit – Mack Plant, a primeira fábrica construída na cidade norte-americana em quase três décadas. Seu lançamento marca também a introdução de um conjunto avançado de mais de cem sistemas e elementos de segurança ativa e passiva, com aplicações de tecnologias que refinam a conexão entre o motorista, o veículo e a estrada. Entre os itens de série existentes em toda a gama estão o aviso de colisão em alta velocidade com freio ativo e detecção de pedestre e ciclista, a checagem de tráfego cruzado, o controle de cruzeiro adaptável com Stop&Go, o gerenciamento de faixa ativa, o alerta de saída de pista com assistência de manutenção de faixa, a assistência avançada à frenagem, o monitoramento de ponto cego, a câmera traseira de estacionamento, sensores de parada ParkSense, o interruptor do freio de estacionamento eletrônico ativo e o monitoramento da pressão dos pneus.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta