Publicidade

X

MOTOR DE SUPERBIKE

Ducati apresenta nova motocicleta V4 RS

A nova Ducati Multistrada V4 RS tem a proposta de ser a motocicleta da categoria Turismo mais esportiva de todos os tempos

Edmundo Dantas - AutoMotrix

Publicado em 27/10/2023 às 14:32

Atualizado em 27/10/2023 às 15:16

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O motor Desmosedici Stradale desenvolve uma potência máxima de 180 cavalos / Divulgação

A Ducati acaba de apresentar a nova V4 RS. Produzida em série numerada, a moto é a mais recente adição à família Multistrada, que reúne modelos da categoria Turismo e este ano celebra o seu vigésimo aniversário. O novo modelo está equipado com o motor Desmosedici Stradale, derivado da superesportiva Panigale V4. Com embreagem seca e calibrações eletrônicas dedicadas, a proposta é ambiciosa: oferecer sensações de pilotagem sem precedentes e tornar a V4 RS a Multistrada mais emocionante já criada. O peso do modelo é reduzido graças à escolha de componentes feitos de materiais como fibra de carbono para as superestruturas e titânio para o chassi auxiliar. Uma pintura única, na cor Iceberg White, foi desenhada pelo Centro Stile da Ducati, com referências à máquina utilizada pelas equipes da Ducati na MotoGP. O número de cada unidade é afixado em uma placa de alumínio anodizado preto com uma bandeirinha italiana aplicada no garfo triplo. A motocicleta estará disponível nas concessionárias da rede europeia a partir de janeiro do próximo ano em versão única.

A V4 RS é a única da família a adotar o motor Desmosedici Stradale de 1.103 cc, utilizado na SuperBike, competição de motos esportivas derivadas de veículos de série. Para combinar a suavidade e a regularidade típicas das motos de turismo com as características esportivas da Panigale e da Streetfighter, a Ducati calibrou propulsor para obter uma curva de entrega de potência fluida e regular a baixas rotações. Uma personalidade que também se expressa graças ao som do escapamento, profundo em níveis baixos, como nas superbikes durante a aceleração em altas rotações. Os objetivos foram alcançados com a adoção do filtro de ar da Panigale V4 R, mais permeável e esportivo, e de um sistema de escape com silenciador Akrapovi? desenvolvido especificamente para a Multistrada V4 RS. Nesta configuração, o Desmosedici Stradale desenvolve uma potência máxima de 180 cavalos, com limitador a 13.500 rpm. Isso foi feito para garantir um desempenho esportivo, mantendo o equilíbrio que sempre distinguiu a Multistrada V4 desde a sua primeira geração. Para aproveitar ao máximo o desempenho do Desmosedici na estrada, a a última marcha foi encurtada, mantendo demais inalteradas.

Leia Também

• Ducati Monster 2022 já está com pré-venda aberta no site

• Conheça a DesertX Rally, nova motocicleta da Ducati

Esteticamente, a V4 RS combina o aspecto habitual da linha Multistrada, normalmente elegante e dinâmica, com soluções técnicas que lembram as tecnologias utilizadas nas competições, presentes nas superesportivas da marca da Bologna. O nome “RS” está presente na pintura, na chave e nos gráficos do painel, evocando outra moto histórica da Ducati - a Monster S4 RS - nascida segundo os mesmos princípios. Os vários componentes em fibra de carbono, como o para-lama dianteiro, os protetores de mãos (desenhados especificamente para este modelo), os escudos térmicos e o “bico”, criando um jogo de contrastes com a pintura branca Iceberg White, enriquecida por várias referências visuais à máquina da MotoGP. A traseira fina e leve da V4 RS integra as alças do passageiro e define uma visão lateral esportiva. A estrutura de suporte do assento em titânio permite uma redução de peso de 2,5 quilos.

Assim como nas esportivas Panigale V4 SP2 e na Streetfighter V4 SP2, a Multistrada V4 RS conta com embreagem seca STM-EVO SBK, com configuração específica de molas. O componente contribui para enriquecer o som do escape com um timbre metálico quando a manete da embreagem é solta. A Multistrada V4 RS está equipada com o pacote eletrônico da V4 S, que inclui tecnologia de radar de série na frente e atrás, habilitando o Adaptive Cruise Control (ACC) e a detecção de ponto cego. O equipamento eletrônico da Multistrada V4 RS, graças às informações obtidas na plataforma inercial Bosch, é composto por quatro mapeamentos do motor (“Full”, “High”, “Medium” e “Low”), o Traction Control, o Wheelie Control, o controle do freio-motor e o Quick Shift para cima e para baixo. Todos esses sistemas foram calibrados para as características do modelo e integrados a quatro modos de condução: “Race”, “Sport”, “Touring” e “Urban”. O painel de TFT com tela de 6,5 polegadas com gráficos dedicados, permite visualizar o navegador graças ao Ducati Connect, espelhando o smartphone.

As rodas de alumínio forjado Marchesini, 2,7 quilos mais leves que as da V4 S, tornam o comportamento dinâmico da moto mais eficiente. Os pneus Diablo Rosso IV Corsa têm medidas 120/70 na dianteira e 190/55 na traseira. A escolha das suspensões Öhlins Smart EC 2.0 garante o melhor desempenho no uso esportivo graças a um sistema similar ao das Panigale V4 S e Streetfighter V4 S, que se auto ajusta com base no estilo de pilotagem. Já utilizado na Multistrada V4 Pikes Peak, o sistema oferece equilíbrio entre uma pilotagem normal e uma esportiva. Além do uso da fibra de carbono e do titânio, uma pequena bateria foi adotada para reduzir ainda mais o peso, tornando a moto três quilos mais leve em comparação à Multistrada V4 Pikes Peak. 

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CASOS EM ALTA

Dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

Na busca por proteção, a procura por repelentes aumentou nas farmácias de todo o País; dermatologista orienta sobre o uso

DRAMA ALVINEGRO

Corinthians perde para a Ponte Preta em Itaquera e vê vaga se distanciar

Iago Dias abriu o placar aos cinco minutos para a Ponte Preta; Corinthians finaliza 26 vezes, mas não consegue balançar as redes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter