Publicidade

X
DUAS RODAS

Honda ADV 150 traz nova cor na linha 2023

A scooter Honda ADV 150 chega à versão 2023 com nova opção de cor prata

Publicidade

A Honda ADV é dotada de um sistema de frenagem superdimensionado, com disco dianteiro tipo "wave" de 240 mm de diâmetro e pinça de pistão duplo assistida por ABS / Divulgação

Em menos de dois anos de mercado no Brasil, mais de 20 mil unidades da Honda ADV 150 foram vendidas. Uma soma particularmente expressiva tendo em vista seu lançamento ter ocorrido justamente no início da pandemia. A praticidade típica das scooters certamente ajudou a animar muitos iniciantes no universo das duas rodas. Na linha 2023, a solitária novidade do modelo é cromática. Em uma opção exclusiva entre as scooters vendidas no Brasil, a ADV 150 ganha nova opção de cor prata. Na versão 2023, além da nova cor, a scooter da Honda continuará a ser oferecida em vermelho com grafismos pretos e brancos. O preço público sugerido é de RS 21.790, com base no Distrito Federal, não incluindo as despesas de frete e seguro. A ADV 150 tem três anos de garantia sem limite de quilometragem e sete trocas de óleo gratuitas durante esse período.

Na ADV, a versatilidade intrínseca às scooters foi ressaltada por um projeto no qual os técnicos da Honda se esmeraram para dotar o modelo de uma parte ciclística de referência
Na ADV, a versatilidade intrínseca às scooters foi ressaltada por um projeto no qual os técnicos da Honda se esmeraram para dotar o modelo de uma parte ciclística de referência (Divulgação)

Na ADV, a versatilidade intrínseca às scooters foi ressaltada por um projeto no qual os técnicos da Honda se esmeraram para dotar o modelo de uma parte ciclística de referência. Suspensões de longo curso – 130 milímetros na dianteira e 120 milímetros na traseira – se aliam a um chassi tubular reforçado para entregar resistência a solicitações incomuns, em se tratando de scooters, e para proporcionar dirigibilidade adequada em qualquer tipo de piso. Foi importante ainda a opção pelos pneus mistos, com banda de rodagem de desenho adequado ao uso no asfalto ou fora dele. A segurança é reforçada por um sistema de frenagem superdimensionado, com disco dianteiro tipo “wave” de 240 milímetros de diâmetro e pinça de pistão duplo assistida pelo sistema ABS (Antilock Brake System). Na traseira, o disco é do mesmo tipo, com 220 milímetros e pinça de pistão simples.

Leia Também

• KTM 1290 SuperADV S traz tecnologias inéditas focadas no desempenho

Quanto ao motor, a ADV 150 se vale do monocilíndrico de 149,3 cm3, SOHC (Single Over Head Camshaft), quatro tempos, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection), arrefecido a líquido e com transmissão automática continuamente variável CVT (V-Matic). Desenvolvido para privilegiar o desempenho e a economia, o motor conta com o ISS (Idling Stop System), dispositivo que está associado ao ACG, um avançado gerador/motor de partida tipo “brushless”, de peso e dimensões reduzidas.

Itens tecnológicos e de conforto ajudam a tornar a ADV 150 mais atraente, como a Smart Key System (chave presencial), iluminação full-led e painel de LCD blackout
Itens tecnológicos e de conforto ajudam a tornar a ADV 150 mais atraente, como a Smart Key System (chave presencial), iluminação full-led, painel de LCD blackout (Divulgação)

Itens tecnológicos e de conforto ajudam a tornar a ADV 150 mais atraente, como a Smart Key System (chave presencial), iluminação full-led, painel de LCD blackout, para-brisa ajustável em duas posições e espaço sob o assento de 27 litros de capacidade – que pode abrigar um capacete integral. A autonomia de rodagem é longa graças ao tanque com capacidade de oito litros. A ADV 150 fechou o primeiro semestre como a décima sexta motocicleta mais vendida do Brasil, com 6.328 unidades – quase um por cento do total de motos emplacadas no país no período.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

INCLUSÃO

Taboão da Serra realiza eleição para Conselho da Pessoa com Deficiência

No total serão eleitos 20 membros, sendo dez titulares e dez suplentes

Monkeypox

Varíola dos macacos: Anvisa analisa pedidos para diagnóstico da doença

Segundo a agência, os dois primeiros produtos foram Viasure Monkeypox Virus Real Time PCR Detection Kit, fabricado na Espanha pela empresa CerTest Biotec

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software