Publicidade

X

ELETRIFICADO SUL-COREANO

Kia traz mais um modelo eletrificado para o Brasil

O estiloso utilitário esportivo híbrido Kia Niro chega ao Brasil em duas versões de acabamento

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 14/10/2022 às 16:11

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Com potência combina de 141 cavalos e 27 kgfm de torque, o Niro é um híbrido de condução descomplicada / Divulgação

O primeiro eletrificado que a Kia trouxe para o Brasil foi o Stonic, mostrado em novembro do ano passado. O segundo, o Sportage, desembarcou em julho de 2022. Agora é a vez do Niro. Produzido em Ulsan, na Coreia do Sul, o SUV híbrido HEV (não plug-in) chega ao Brasil em duas versões, a EX, com preço de R$ 204.990, e a topo de linha SX Prestige, a R$ 239.990. “O Niro vem com muito estilo para brigar bem no segmento de híbridos no país. O carro já está na nossa rede, com um pacote inicial de 145 unidades, limitado pela falta de componentes na fábrica de Ulsan, como ocorre com a maioria das montadoras em todo o mundo”, revela José Luiz Gandini, presidente da Kia Brasil. O Niro vem para disputar mercado especialmente contra o Toyota Corolla Cross XRX, o híbrido mais vendido no mercado brasileiro, com quase 10 mil emplacamentos de janeiro a setembro deste ano. Em questão de preço, o modelo da marca japonesa fica próximo ao da versão de entrada do Niro, exatamente R$ 800 a menos. Quanto ao design e estilo, o Niro ostenta linhas mais contemporâneas em comparação ao utilitário esportivo da Toyota. O problema para o Niro é mesmo a limitação de sua produção, que pode restringir a oferta no Brasil.

Alinhada ao novo posicionamento da marca sul-coreana, que inclui o novo logo e o slogan “Movement that Inspires”, a segunda geração do Niro é movida pelo motor a combustão 1.6 Kappa PE de 16 válvulas com injeção direta a gasolina. Somado ao elétrico com bateria de íons de lítio de 240V, proporciona potência combinada de 141 cavalos a 5.700 rotações por minuto e torque total de 27 kgfm. A performance desse “powertrain” é evidenciada nos dados de consumo e nos índices de emissão de CO2. Segundo o Inmetro, o Niro faz 17,7 km/l na estrada e 19,8 km/l na cidade (usa mais o motor elétrico), com autonomia combinada de até 800 quilômetros e índice de emissão de gases de 68 g/km. O Niro foi projetado para ter menor impacto ambiental no desenvolvimento, na produção e no uso do veículo, com a pintura feita com tintas sem benzeno, tolueno e xileno, 56% da forração do teto e 70% da tela de cobertura do porta-malas compostos de plásticos reciclados, revestimento dos bancos em Altaica biossintético – confeccionado a partir do eucalipto –, e aplicação da coluna “C” (a de trás) com função aerodinâmica.

Leia Também

• Mercedes-AMG revela o novo C63 S Performance

• Lançamento da BMW M, XM tem propulsão híbrida e números surpreendentes

O design externo do Niro é um tanto surpreendente. Na dianteira, o SUV compacto da Kia mostra seu tradicional “tiger nose” (nariz de tigre) e um conjunto óptico em leds. Na traseira, as lanternas têm formato em bumerangue, avançando sobre as colunas “C”, que têm uma cor diferente do restante da carroceria na versão topo de linha. O Niro tem dois modos de condução (“Eco” e “Sport”). Apesar das dimensões compactas – com 4,42 metros de comprimento, 1,82 metro de largura e 1,54 metro de altura –, a cabine do Niro proporciona espaço por conta da distância de entre-eixos de 2,72 metros. As rodas são de liga leve aro 18 e o porta-malas tem capacidade de 425 litros, subindo para 1.419 litros com a fileira de bancos traseiros rebatida. Dentro, o Niro tem sistema de entretenimento que combina as funcionalidades dos smartphones, por meio de uma tela “flutuante” de 10,25 polegadas formando uma peça única com o painel digital de instrumentos, com o mesmo tamanho. O sistema é compatível com Apple CarPlay e Android Auto sem fio ou por USB e auxilia as manobras com a câmera de ré com guias dinâmicas no monitor. O carregamento de celulares na frente pode ser feito no console por meio de indução (somente na SX Prestige). Os passageiros traseiros podem carregar seus smartphones em uma entrada USB disponível no encosto dos bancos dianteiros. O carro vem equipado com ar-condicionado digital automático com controle frontal, volante multifuncional e computador de bordo com tela digital colorida com indicador de fluxo de energia e sistema de som.

De acordo com a Kia, a plataforma K3 é resistente e leve, além de contar com 51% de aços de alta resistência. E o uso em grande escala de adesivos estruturais ajuda a aumentar a rigidez torcional. O modelo traz airbags frontais duplos, laterais e de cortina, espelhos externos com regulagem e rebatimento elétricos, aquecíveis e com repetidores das setas integrados em leds em forma de bumerangue, sistema Isofix, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e assistente de partida em rampa. No Brasil, o Niro é disponibilizado com um total de 17 combinações de cores. Só para a carroceria, são oito opções – Branco Claro e Neve, Cinza Aço e Interestelar, Preto Aurora, Vermelho Metálico, Azul Mineral e Verde Urbano. Exclusivamente para a “top” SX Prestige, a coluna “C” pode ter as cores Verde Urbano, Cinza Interstelar, Preto Aurora e Laranja Encanto, adicionando mais nove combinações.

Experiência a bordo
Agradável aos sentidos

O Niro tem um ambiente interno confortável, espaçoso – tanto na frente quanto atrás – e luxuoso. Até o famoso “cheirinho de carro novo” é diferente, devido ao uso de materiais feitos a partir do eucalipto. Na versão SX Prestige, tudo é digital ou elétrico, desde o acionamento e regulagens do ar-condicionado (com saídas para a turma de trás), acesso à multimídia “touchscreen” e ao painel de instrumentos – os dois com 10,25 polegadas cada, formando uma única peça “flutuante”, pois é “saltada” em direção ao motorista e ao passageiro da frente, e os muitos “porta-coisas” espalhados por todo o interior do veículo.

Aliás, o Niro tem bancos dianteiros multifuncionais, com regulagens elétricas para o motorista encontrar facilmente a melhor posição de dirigir. Seus encostos têm um desenho muito inteligente e inusitado – o de cabeça fica separado anatomicamente. Com isso, cria-se uma espécie de cabide voltado para os bancos traseiros, podendo servir até para se colocar um paletó – sem o risco de ficar amarrotado – ou pendurar sacolas e outros objetos.

Primeiras impressões
Relação fácil

Indaiatuba (SP) – O test-drive com as duas versões do Niro foi feito no Autódromo Capuava, no interior paulista. A pista de 2,7 quilômetros de extensão, composta por 16 curvas e trechos de alta e baixa velocidades, permitiu experimentar quase tudo o que o marketing da Kia anunciou sobre seu novo híbrido. Ao lado dos equipamentos e detalhes estéticos, a versão “top” SX Prestige se diferencia por ter um seletor de funções no lugar da alavanca de câmbio. Na EX, existe uma alavanca muito parecida com uma manete de empuxo de avião. No Niro, ela apenas seleciona as funções “P” (parking), “N” (neutro) e “D” (drive). Nas duas configurações, a ré é acionada em um botão específico. O Niro tem dois modos de condução – “Eco” e “Sport”. Entendê-los e ter em mente se tratar de um híbrido recarregado especialmente nas frenagens é tudo o que o motorista precisa saber. O SUV parte sempre com o motor elétrico, entrando o térmico em ação quando a velocidade cresce ou em subidas, automaticamente. No modo “Eco”, os “paddles shifts” localizados atrás do volante assumem a função de carregamento das baterias. No “Sport”, as “borboletas” retomam a característica de fazer as mudanças de marchas ao comando do motorista.

Para sentir todo o potencial do “powertrain” híbrido, naturalmente, o motorista precisa optar pelo modo “Sport”, perdendo em economia de combustível mas aumentando a recuperação de energia, com uma condução bem mais divertida. Os 141 cavalos e os 27 kgfm de torque combinados só ficam à disposição nessa configuração do carro. De acordo com a Kia, o Niro acelera de zero a 100 km/h em 10,4 segundos e pode chegar à máxima de 165 km/h. O carro tem boas retomadas de velocidade, porém, não muito empolgante em aceleração contínua em linha reta, mesmo com o pedal da direita colado no assoalho. Divertido também é poder acompanhar todas as funções do veículo e o nível de carregamento da bateria, com gráficos precisos e bem intuitivos. Dotado de controle de estabilidade e tração, o Niro chama a atenção pela forma como se “gruda” ao chão em curvas mais fechadas e com velocidade acima do recomendado.

Em ambas versões, o SUV conta com várias tecnologias de ADAS – Advanced Driver Assistance System –, como os alertas de fadiga do condutor, de saída, centralização e permanência de faixa de rodagem, de farol alto e de prevenção de colisão frontal. Apenas para a SX Prestige, há os assistentes de saída em segurança (avisa sobre a aproximação de outro veículo antes de uma porta ser aberta), de prevenção de colisão traseira em tráfego cruzado, o alerta de ponto cego, o assistente de prevenção de colisão frontal nas saídas paralelas de vagas em estacionamentos e o piloto automático adaptativo. Não é preciso de muito tempo para se acostumar às “manias” do Niro, pois o novo híbrido da Kia é muito fácil de ser entendido.

Ficha Técnica
Kia Niro HEV SX Prestige

Motor a combustão: Kappa PE, 1.6 GDI HEV, quatro cilindros, injeção direta GDI
Motor elétrico: imã permanente síncrono com regeneração de energia em frenagens
Potência do motor a combustão: 105 cavalos a 5.700 rpm.
Potência combinada: 141 cavalos
Torque do motor a combustão: 14 kgfm a 4 mil giros.
Torque combinado: 27 kgfm
Bateria: polímero de íons de lítio
Transmissão do motor térmico: automática DCT de 6 marchas
Direção: assistência elétrica progressiva
Tração: dianteira
Combustível: gasolina
Suspensão: dianteira independente tipo MacPherson, molas helicoidais, amortecedores a gás, traseira multilink
Freios: discos ventilados na frente, sólidos na traseira, ABS e EBD
Rodas e pneus: liga leve, 18 polegadas, 225/45R18
Comprimento: 4,42 metros
Largura: 1,82 metro
Altura: 1,54 metro
Entre-eixos: 2,72 metros
Peso em ordem de marcha: 1.394 quilos
Porta-malas: de 425 a 1.419 litros
Tanque de combustível: 45 litros
Preço: R$ 239.990

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Pesquisa afirma que Trump tem 48% das intenções de voto nos EUA

Os resultados mostram que 48% dos entrevistados afirmaram que votariam em Trump

Esportes

Agora é oficial! Palmeiras recebe documento que garante título mundial

A entidade internacional indicou o título da Copa Rio conquistado em 1951 como a primeira versão do tradicional torneio de clubes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter