Publicidade

X

NOVO SÓ NA PALAVRA

Linha 2023 do Volkswagen Polo chega a partir de R$ 82,9 mil

A Volkswagen apresenta a linha 2023 do Polo com atualizações estéticas e redução de preço nas duas versões "tops", mas com queda na potência

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 23/09/2022 às 17:00

Atualizado em 23/09/2022 às 17:01

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Com a nova linha, o Polo tenta restabelecer pelo menos o nível de vendas registrado no ano passado / Divulgação

O Volkswagen Polo chega à linha 2023 com atualizações estéticas externas e de equipamentos. A grande novidade, de fato, do Polo 2023 foi a redução do preço de duas versões, a Comfortline, de R$ 108.990 para R$ 102.990, e a Highline, de R$ 116.990 para R$ 109.990. A marca alemã aproveita os 20 anos de produção do Polo no Brasil para promover os retoques no modelo apontado como o provável sucessor do Gol, que sairá de linha em 2022, apesar do bom ritmo de vendas do veterano hatch compacto, outrora líder de emplacamentos no país por quase 30 anos seguidos. Com 19.196 unidades comercializadas em 2021, o Polo despencou para 2.325 nos oito primeiros meses deste ano, até sumir do catálogo da fabricante no país. Com a “rejuvenização” da família, espera-se que o Polo volte pelo menos ao patamar de 2021. Mais duas versões – as de entrada – completam a família atual, a MPI, com preço de R$ 82.990, e a TSI, a R$ 92.990, a primeira com o motor 1.0 aspirado e a segunda com o 1.0 turbo de três cilindros.

O Polo 2023 é oferecido em duas opções de motorização, MPI e TSI. A variante mais barata do compacto tem o 1.0 MPI de 84 cavalos e 10,3 kgfm de torque, acoplado ao câmbio manual de 5 marchas. A partir da versão seguinte, entra em cena o TSI (turbo) de 116 cavalos e 16,8 kgfm de torque, com a mesma transmissão da MPI. Nas configurações Comfortline e Highline, o propulsor TSI é acompanhado do câmbio automático de 6 marchas. A Volkswagen garante que é o melhor motor turbo em termos de consumo entre seus principais concorrentes. Por outro lado, a redução no preço das duas versões topo de linha não veio por acaso nem por bondade da marca alemã. A potência no Polo foi diminuída de 128 para 116 cavalos, enquanto o torque de 20,4 para 16,8 kgfm, além de perder o freio a disco nas quatro rodas, passando a ter tambor nas traseiras. O 1.0 turbo com mais potência e discos em todas as rodas ficaram com os SUVs Nivus e T-Cross.

Leia Também

• Volkswagen apresenta seu utilitário esportivo cupê 100% elétrico ID.5

O design da linha 2023 do Polo segue o chamado “Family Look” da marca, com projeto feito em parceria com a matriz da Alemanha. O hatch compacto, que havia sido reestilizado em 2018, ganhou linhas mais horizontalizadas, superfícies mais arredondadas, conjunto óptico inédito e novos acabamentos internos. Na dianteira, tem para-choques novos, conjunto óptico renovado e faróis inspirados no Golf europeu. Elementos cromados fazem a conexão entre a iluminação. O Polo é o único modelo da Volkswagen a ter faróis de leds desde as versões mais básicas. O conjunto óptico é composto por farol alto, baixo, sinalização diurna, luz de posição e direcional totalmente em leds. De acordo com a marca alemã, o farol principal pode alcançar um fluxo luminoso de mais de 700 lumens (quantidade de luz irradiada) de intensidade – aumento de mais de 50% comparado a um farol convencional – e mais de 130 metros de distância, o que seriam 80% maior de alcance na mesma comparação. Na traseira, as lanternas têm nova assinatura noturna, e o logotipo da fabricante e o nome do carro ficam posicionados em zona mais central, seguindo o padrão de outros modelos da marca, como o Nivus, o T-Cross e o Taos.

Conforme a Volkswagen, a cabine recebeu novos acabamentos e texturas. Agora, painéis de porta dianteiros são forrados em tecido, assim como o apoio de braço. O painel também ganhou atualizações nos materiais. São inéditos os bancos esportivos, inspirados na linha GTS, com mais conforto e mais integrados ao veículo. A oferta de cores tem o Vermelho Sunset, que apareceu pela primeira vez no Nivus e é ofertado ainda no T-Cross, as sólidas Branco Cristal e Preto Ninja e as metálicas Cinza Platinum e Prata Sirius. Primeiro modelo produzido no Brasil sobre a plataforma MQB, o Polo traz uma lista de equipamentos que inclui o painel de instrumentos totalmente digital de 8 e 10,25 polegadas (dependendo da versão), ar-condicionado Climatronic digital, 100% “touchscreen”, carregamento de celular por indução, dispensando o uso de fio ou adaptador, duas saídas USB do tipo C, levando comodidade aos passageiros de trás, volante multifuncional com aletas para a troca de marchas de forma sequencial nas versões automáticas e coluna com ajustes de altura e profundidade.

O VW Play passa a oferecer novas experiências de usabilidade no Polo 2023, acrescentando o aplicativo “Abasteça Consciente”, que incentiva o uso do etanol e calcula emissões e consumo. Foram integrados ainda os apps “My Turner”, com canais de rádio do Brasil e de outros países, o jogo Serpens e o Dry Wash, com serviços e lavagem de veículo. Na conectividade, o Polo tem o aplicativo Meu VW Connect, sendo possível receber informações atualizadas do veículo, como quilometragem total, nível de combustível, consumo médio e informações de viagens. Essas novidades estarão disponíveis para o Polo 2023 e para todos os modelos da marca alemã equipados com VW Play.

Em termos de conforto e segurança, o Polo 2023 tem quatro airbags – dois dianteiros e dois laterais, estes com bolsas que protegem a cabeça e o tórax e restringem o movimento do corpo em um impacto –, controle eletrônico de estabilidade (ESC), distribuidor eletrônico de frenagem (EBD), controle de tração, Hill Hold Control, sistema de frenagem automática pós-colisão e Isofix para fixação de cadeirinhas de criança. A versão MPI sai de fábrica com assistente de partida em subidas, frenagem automática pós-colisão, vidros dianteiros elétricos e multimídia com comandos no volante.

A TSI soma vidros traseiros e retrovisores elétricos, sensores de estacionamento atrás e painel de instrumentos digital configurável de 8 polegadas. A Comfortline acrescenta partida por botão, controlador de velocidade e volante de couro com hastes para trocas de marcha. A central multimídia VW Play é opcional. A Highline vem com rodas de 16 polegadas (15 polegadas nas demais), bancos de couro sintético, ar-condicionado digital sensível ao toque e carregador de smartphones sem fio. No pacote de auxílio ao estacionamento, há câmera de ré e sensores dianteiros. Já o painel de instrumentos digital passa a ter 10 polegadas e o VW Play vem de série.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SEGURANÇA PÚBLICA

Sindicato protesta contra Derrite por exclusão da Polícia Civil de operação em SP

Presidente do sindicato dos delegados disse que decisão de Derrite de dar mais protagonismo à PM em detrimento à Polícia Civil pode 'fragilizar a estrutura policial'

Programa Jovem Aprendiz

Em busca do primeiro emprego? Empresa Raízen está com 240 vagas abertas

Interessados em se candidatar devem ter entre 16 e 21 anos; não é necessário ter experiência prévia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter