X

ESPORTIVIDADE ALEMÃ

Mercedes-AMG A 45 S quer levar emoção das pistas para a rua

O hatch esportivo Mercedes-AMG A 45 S combina design inspirado com uma performance arrebatadora

Luiz Humberto Monteiro Pereira - AutoMotrix

Publicado em 25/08/2023 às 09:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O motor a gasolina turbo de 2,0 litros do A 45 S entrega 421 cavalos de potência e 51 kgfm de torque / Divulgação

O Mercedes-AMG A 45 S teve sua apresentação mundial em agosto de 2019 e desembarcou no mercado brasileiro em 2020, há exatos três anos. Desenvolvida pela preparadora de esportivos de alto desempenho AMG, que pertence à Mercedes-Benz desde 2005, a versão mais “bem temperada” do hatch Classe A expressa uma proposta ambiciosa: trazer alta performance, design exclusivo e toda a emoção das pistas para as ruas. É um modelo para os apaixonados pela esportividade da marca usarem no seu universo do dia a dia, mas sem abrir mão da possibilidade de acelerar forte em autódromos. O preço parte de R$ 574.900 – exatamente R$ 230 mil acima do Classe A 200 AMG Line, o modelo inicial do hatch compacto da Mercedes-Benz, oferecido por valores a partir de R$ 344.900.

No A 45 S, a família do Classe A incorporou pela primeira vez a grade do radiador específica da AMG, um símbolo da associação à família de alta performance. Os faróis finos alongados e o capô plano reforçam a impressão de uma dianteira dinâmica. A presença imponente é acentuada pelo para-choque dianteiro mais largo, com alargamento da caixa de rodas. Aletas horizontais nas entradas de ar enfatizam a impressão de largura. As largas saias laterais da AMG abaixam visualmente o perfil do compacto. As rodas AMG de 19 polegadas pintadas em preto fosco com raios cruzados são calçadas com pneus 245/35 na dianteira e 255/35 na traseira, enquanto as pinças de freio em vermelho ajudam a explicitar a proposta esportiva. Os espelhos externos são montados na porta. Na traseira, destacam-se os dois tubos de escape duplos redondos. A impressão de largura é enfatizada pelos finos conjuntos de luzes de duas peças e o difusor com quatro aletas verticais contribui para melhorar a aerodinâmica.

Leia Também

• Mercedes-AMG G 63: o carro de quase R$ 2 milhões

• Mercedes-AMG revela o novo C63 S Performance

Por dentro, o estofamento traz uma combinação de Artico preto e microfibra Dinamica, com costuras duplas em vermelho. O sistema de infoentretenimento MBUX com tela de 10 polegadas e o painel de digital instrumentos parecem unificados e enfatizam a orientação horizontal do design de interiores. O A45 S conta com itens como frenagem autônoma de emergência, piloto automático adaptativo, alerta de ponto cego, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, teto solar, chave presencial e sistema de som Fender.

O motor do A 45 S é totalmente montado a mão em uma linha de produção da AMG em Affalterbach, na Alemanha, seguindo o princípio “Um homem, um motor”. Somente alguns procedimentos que exigem maior precisão são feitos por máquinas. Para atestar a forma artesanal como são produzidos, cada propulsor leva uma pequena placa com a assinatura do responsável por sua montagem. Com seus 421 cavalos de potência e 51 kgfm de torque, o 2,0 litros turbo do A 45 S é o motor de quatro cilindros produzido em série mais potente do mundo. De acordo com a divisão esportiva, o segredo para tirar tanta força de um motor 2.0 está na sua montagem invertida – o turbocompressor e o coletor de escape são posicionados na parte traseira do propulsor e o sistema de admissão é colocado na frente. Tal configuração permite o design mais plano possível, movendo a posição do motor mais para baixo para melhorar a aerodinâmica da seção frontal. Possibilita ainda dutos de ar com distâncias mais curtas e menos desvios, tanto no lado da entrada quanto do escape, melhorando as respostas.

Com uma pressão máxima de carga de 2,1 bar, o motor tem injeção direta de combustível com dois estágios de atuação e válvula de alívio de exaustão controlada eletronicamente. Além de óleo e água, é usado ar fresco para resfriar o turbocompressor, direcionado a partir da grade do radiador. Graças ao controle variável Camtronic, as válvulas de escape podem ser abertas por curtos ou longos períodos, para uma resposta ainda melhor em baixas rotações do motor, condução confortável e com baixo consumo de combustível em rotações médias, com entrega de potência total na faixa de rotações superior. Os seis modos de condução AMG Dynamic Select permitem variar as características do veículo, de confortável a dinâmico.

Experiência a bordo
Na dinâmica do requinte

No interior do Mercedes-AMG A 45 S, a percepção de alta qualidade é generalizada. O condutor e o passageiro da frente ocupam posições confortáveis em assentos esportivos com contornos e apoio lateral firme. Já no banco traseiro, os privilégios são menores, com espaço bem mais restrito. O estofamento padrão, como uma combinação de Artico preto e microfibra Dinamica – material usado na Fórmula-1 para aumentar a aderência do piloto ao banco – traz grafismos típicos da AMG e costuras duplas em vermelho. O esquema de cores se espalha pelos cintos de segurança vermelhos e as saídas de ar cromadas com um anel vermelho.

A combinação de design esportivo e detalhes sofisticados também é percebida no MBUX de 10 polegadas. Apresentado com o Classe A em 2018, o sistema de infoentretenimento interativo com comandos de voz da Mercedes-Benz ainda é inovador em termos de conceito de operação e exibição, ao criar conexão mais próxima entre o veículo, motorista e os passageiros. O painel de instrumentos é personalizável, permitindo mudar mostradores, visual e funções exibidas na tela. A estrutura de controle é clara e os gráficos em 3D brilhantes têm alta resolução. O cliente pode escolher entre os três estilos de exibição: “Classic”, “Sport” e “Supersport”.

Primeiras impressões
Além dos limites

São Paulo/SP - Em tempos em que questões como baixo consumo de eletricidade e autonomia das baterias começam a dominar as pautas automotivas, é um curioso contraste encontrar um motor a gasolina turbo de 2,0 litros do A 45 S que entrega exuberantes 421 cavalos de potência e 51 kgfm de torque. Como referência, dá aproximadamente o quíntuplo da potência e do torque de um hatch básico, como o Volkswagen Polo Track. Pelas informações da fabricante, o A 45 S obtém uma aceleração de zero a 100 km/h em 3,9 segundos e atinge a velocidade máxima de 270 km/h, controlada eletronicamente. São dados de performance equivalentes aos de cupês esportivos tradicionais, como o Ford Mustang e o Porsche 718 GTS 4.0. Os números ajudam a entender a forma quase mágica com que a motorização move os 1.635 quilos do hatch da Mercedes. O controle variável da válvula Camtronic, a turbo-alimentação e a injeção direta não apenas permitem um alto rendimento, mas resultam em respostas inacreditavelmente rápidas. Basta pisar no acelerador para ter uma resposta imediata. O motor se entende muito bem com o câmbio automático AMG Speedshift DCT de dupla embreagem e 8 marchas – que também podem ser acionadas manualmente, em “paddles shifters” no volante.

Os modos de condução AMG Dynamic Select – “Slippery”, “Comfort”, “Sport”, “Sport +”, “Individual” e “Race” – permitem ao motorista desfrutar da ampla variedade de características do veículo, privilegiando mais a performance, mais o conforto ou buscando o ponto de equilíbrio que considerar mais agradável. Em modo “Sport +” ou “Race”, cada troca de marcha é acompanhada de um estampido vindo do escapamento, como nos “bólidos” de competição. O AMG Dynamics, controle integrado de dinâmica de veículo, estende as funções estabilizadoras do ESP com intervenções para aumentar a agilidade no controle em todas as rodas e nas características de direção. Ao fazer curvas em velocidade, uma breve intervenção de frenagem na roda traseira interna gera um movimento de guinada definido em torno do eixo vertical para uma entrada precisa e responsiva na curva.

A dinâmica de condução do Mercedes-AMG A 45 S é auxiliada pela tração integral 4Matic+ totalmente variável. O AMG Torque Control no eixo traseiro tem duas embreagens multidiscos controladas eletronicamente, cada uma delas conectada a um eixo de acionamento do eixo traseiro. Assim, a potência de tração não só pode ser completamente distribuída de forma variável entre as rodas dianteiras e traseiras, como também seletivamente entre as rodas de trás. O resultado é uma tração sempre consistente – mesmo em condições adversas de estradas e durante manobras em curvas extremas, por exemplo. O sistema permite até um modo “Drift”, que proporciona ainda mais emoção ao se dirigir esportivamente. No uso cotidiano, uma configuração tão esportiva quanto a do A 45 S pode gerar algumas dificuldades. Como são apenas 10 centímetros de vão livre em relação ao solo, ultrapassar valetas, lombadas e entradas de garagem requer cuidado. Mas, para utilização cotidiana, existem outros automóveis da mesma faixa do A 45 S mais adequados. A vocação do compacto da Mercedes-AMG é o lazer radical.

Ficha técnica
Mercedes-AMG A 45 S

Motor: gasolina, quatro cilindros, 1.991 cm3, turbocompressor e injeção direta de combustível com dois estágios de atuação
Potência: 421 cavalos a 6.750 rpm
Torque: 51 kgfm a 5.250 rpm
Tração: integral 4Matic+
Câmbio: AMG Speedshift DCT 8G
Pneus: 245/35 R19 na dianteira e 255/35 R19 atrás
Suspensão: independente MacPherson na dianteira e eixo multibraços na traseira
Freios: discos ventilados e perfurados na frente e atrás
Direção: elétrica
Capacidade do porta-malas: 355 litros
Tanque de combustível: 51 litros
Dimensões: 4,44 metros de comprimento, 1,99 metro de largura, 1,41 metro de altura e 2,72 metros de entre-eixos
Peso: 1.635 quilos
Preço: R$ 574.900

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

NESTA TARDE

Tarcísio de Freitas vai anunciar trens da Capital a Santos e ao Vale do Paraíba

Segundo apurado pela Gazeta, anúncios serão sobre a contratação de estudos para dois novos Trens Intercidades, com ligação da Capital a Santos e a São José dos Campos

Transportes

SPTrans abre Licitação para centralizar arrecadação bilionária do Bilhete Único

Empresa busca instituição financeira para gerenciar cerca de R$ 7,2 bilhões arrecadados anualmente com o Bilhete Único

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter