Publicidade

X

ESTILO ITALIANO

Motos da SWM Motorcycles chegam ao Brasil em 2024

Shineray do Brasil anuncia chegada da SWM Motorcycles ao país, para fase de testes e homologação de produtos

Edmundo Dantas - AutoMotrix

Publicado em 08/12/2023 às 14:15

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A Gran Milano é uma scrambler urbana / Divulgação

A Shineray do Brasil dará início aos testes e processos de homologação dos primeiros modelos da SWM Motorcycles, que chegarão ao país em 2024. A SWM ou SV.VM, sigla cujo significado é “Sironi Vergani Vimercate Milano”, é uma fabricante italiana fundada em 1971 pelos pilotos de enduro Piero Sironi e Fausto Vergani. Como uma prática comum em empresas italianas, a sigla representa as iniciais dos sobrenomes dos fundadores e da região onde a empresa foi fundada – Vimercate, na periferia de Milão. A dupla desenvolveu seus próprios equipamentos para competições europeias de enduro e motocross até 1984, quando a empresa fechou as portas. Em 2014, a marca foi adquirida pelo conglomerado chinês Shineray Group e passou a produzir seus modelos na cidade de Biandronno, na Lombardia, próxima a Milão. Sua chegada ao mercado brasileiro fará com que motos de médias e altas cilindradas com design europeu passem a ser montadas diretamente na fábrica da Shineray, em Suape, Pernambuco. 

A primeira SWM a desembarcar na fábrica brasileira da Shineray será a Gran Milano, um modelo de 500 cilindradas que marcou presença entre os lançamentos do último Salão de Milão – o mais importante evento da indústria de duas rodas do mundo, ocorrido este ano de 7 a 12 de novembro. “O modelo de estreia já está passando por testes na China e deverá desembarcar no Brasil, para homologação, entre maio e junho do ano que vem”, explica Thomas Medeiros, diretor de Infraestrutura e Logística da Shineray do Brasil. “O ano de 2024 será de testes e de processos de homologação dos primeiros modelos, pois muitas das motos que temos na Europa serão customizadas para atender ao perfil do público brasileiro”, acrescenta o executivo. 

Leia Também

• Shineray aumenta portfólio de ciclomotores no Brasil

• Shineray apresenta nova moto da categoria cub

A expectativa é que as vendas só ocorram um ano depois, em 2025 – as motos serão disponibilizadas nas lojas da Shineray e em futuras concessionárias próprias da SWM. Outras motos do portfólio da marca italiana, como a SuperDual e a Six, deverão passar por uma análise de mercado antes de virem oficialmente ao Brasil. Com fábricas no norte da Itália e na China, a paixão pelo enduro é uma das características da SWM, que conquistou admiração e reconhecimento pelo histórico vitorioso em competições durante os anos 70. O design dos modelos de motocicletas, marcadamente italiano, inspira-se na tradição e na originalidade. A SWM é atualmente uma das patrocinadoras da Internazionale de Milão para a temporada de 2023/2024. 

No site da SWM, há informações de que a Gran Milano é uma scrambler urbana com motor de dois cilindros paralelos com 494 cm3, com arrefecimento a líquido e transmissão de 6 marchas, que entrega 47,5 cavalos de potência. Tem dois discos de freio na dianteira e um na traseira, suspensão invertida na frente, altura do assento de 79 centímetros e um peso declarado de 188 quilos. Já a SuperDual é uma trail com motor monocilíndrico de quatro tempos de 600 cm3 e transmissão de 6 marchas, com 54 cavalos. A altura do assento é de 86 centímetros e o peso, de 169 quilos. De acordo com Medeiros, a estratégia da Shineray do Brasil é explorar as motos com até 250 cilindradas com selo próprio. A partir de 300 cilindradas e chegando futuramente até 1.200 cc, os produtos comercializados no país serão da SWM Motorcycles. Um dos maiores modelos da SWM é a custom Stormbreaker V 1200, com um motor V-twin de 1.200 cm³. “Em nossas constantes avaliações do mercado, percebemos o aumento da procura por motos de cilindradas mais altas. A SWM Motorcycles tem motos tecnologicamente avançadas, acessíveis, com força e tradição para oferecer o melhor para o nosso público”, avalia Medeiros. 

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SEGURANÇA PÚBLICA

Sindicato protesta contra Derrite por exclusão da Polícia Civil de operação em SP

Presidente do sindicato dos delegados disse que decisão de Derrite de dar mais protagonismo à PM em detrimento à Polícia Civil pode 'fragilizar a estrutura policial'

Programa Jovem Aprendiz

Em busca do primeiro emprego? Empresa Raízen está com 240 vagas abertas

Interessados em se candidatar devem ter entre 16 e 21 anos; não é necessário ter experiência prévia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter