Publicidade

X

AVANT-PREMIÈRE

Toyota apresenta Land Cruiser Série 250

Apresentada no Japão, a Série 250 quer reunir os atributos que fizeram a fama do Toyota Land Cruiser

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 11/08/2023 às 14:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

A nova Série 250 do Toyota Land Cruiser terá cinco opções de motores incluindo uma versão híbrida / Divulgação

A Toyota Motor Corporation acaba de revelar o novo Land Cruiser Série 250, com lançamento comercial previsto para o primeiro semestre do próximo ano, inicialmente, no Japão. Também foi revelado o novo Land Cruiser J70, veículo destinado para o serviço pesado, que retornará como modelo de série. A configuração destinada para o trabalho é chamada agora de J70 – devido às sete décadas do modelo que inspirou o Bandeirante, fabricado no Brasil de 1958 a 2001 e que gerou uma grande legião de fãs. Logo após seu lançamento, em 1951, uma versão do Land Cruiser foi o primeiro veículo a subir até a sexta estação do Monte Fuji, o maior cartão postal do Japão, com 3.776 metros de altitude e que pode ser visto da capital Tóquio em dias sem nebulosidade. Desde então, o valente utilitário esportivo ganhou a fama de alcançar lugares de difícil acesso.

Com vendas acumuladas de cerca de 11,3 milhões de unidades, o Land Cruiser foi comercializado em aproximadamente 170 países de todas as regiões do mundo. Até agora, a gama Land Cruiser era dividida em três séries: a Station Wagon (lançada em 1966 e, atualmente, Série 300), o modelo heavy-duty Série 70 e o Light Duty, com mais facilidade de manuseio e conforto, mas também com uma sólida base off-road. O Série 250, de volta à origem, busca reunir tudo isso para ser a essência do Land Cruiser, com base na Light Duty Series e agregando modernidade, sofisticação e luxo. “O Land Cruiser deve ser um carro que apoie a vida das pessoas e das comunidades locais, então, o modelo Light Duty deveria retornar à verdadeira forma que os clientes sempre o procuraram. Em resposta, a equipe de desenvolvimento definiu o conceito como um retorno à origem do Land Cruiser. Com o espírito de reconstruir o modelo, ela criou um veículo simples e robusto, mas sofisticado e moderno, no qual os clientes podem confiar para atender as suas escolhas de estilo de vida e necessidades práticas”, afirmou Akio Toyoda, atual presidente e diretor-executivo da Toyota e que tomou para si a responsabilidade final pelo desenvolvimento da Série 250.

Leia Também

• Toyota RAV4 2023 chega ao Brasil por R$ 322.890

• Linha 2024 do Toyota Corolla Cross custa a partir de R$ 158.290

A Série 250 será a principal versão do novo Land Cruiser, com a mesma plataforma TNGA-F da Série 300 e com vários “powertrains”, alguns deles adotados na linha Hilux/SW4, a começar pelo 2.7 aspirado de 163 cavalos de potência e 24,5 kgfm de torque, associado à transmissão automática de 6 marchas, destinada para a Europa e o Japão. O segundo é um 2.8 turbodiesel de 204 cavalos e 50,5 kgfm com câmbio automático de 8 marchas, para a Europa, o Japão e o Oriente Médio. O terceiro é o mesmo 2.8 turbodiesel com sistema híbrido leve de 48V, acoplado à transmissão automática de 8 velocidades, para a Europa e Austrália. Depois, vem um 2.4 turbo de 281 cavalos e 43,5 kgfm associado ao mesmo câmbio de 8 marchas, para a Europa e o Oriente Médio, completando com um 2.4 turbo híbrido com 330 cavalos de potência e 63,5 kgfm de torque combinados e uma transmissão automática de 6 velocidades, para a América do Norte e China. Já a J70, série lançada em 1984 para suceder a J40, terá motor 2.8 turbodiesel de 204 cavalos e 50,5 kgfm com câmbio automático de 6 marchas, com o design evoluindo e ganhando as melhorias tecnológicas da Toyota.

Todas as novas versões do Land Cruiser têm 4,92 metros de comprimento, 1,98 metro de largura, 1,87 metro de altura e 2,85 metros de distância de entre-eixos. A Série 250 terá opção de cinco e sete lugares. A Toyota garante que a nova Série 250 melhorou o desempenho off-road drasticamente, com a rigidez do chassi aumentada em 50% e da carroceria em 30%, e aprimoramentos na suspensão – um indicador de desempenho off-road e capacidade dos pneus em permanecer no solo. No quesito assistência ao motorista, a nova Série 250 conta com direção assistida eletricamente – para reduzir a perda de controle no fora-de-estrada – e desconexão do estabilizador, passando a ser o primeiro modelo da Toyota a ter essa função operada por interruptor no painel – permitindo que o estabilizador dianteiro seja alterado para uma direção mais confortável no off-road e um manuseio mais estável na estrada. Sem entrar em detalhes de como será o interior nem os equipamentos de conectividade da nova Série 250, a fabricante japonesa adiantou que o novo Land Crusier terá, em todas as configurações, o Toyota Safety Sense, o mais recente pacote de segurança ativa da marca com funções avançadas e aprimoradas.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Assassinato

VÍDEO: Policial aposentado é morto por criminoso na zona leste de SP

Criminoso estaciona e mata policial aposentado; arma do ex-agente é roubada

CRIMINALIDADE

Polícia Civil fecha empresa que aplicava golpes financeiros no centro de SP

Golpe era através de aplicativos de mensagens; 23 pessoas foram apreendidas na operação

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter