X

PRODUZIDO NA ARGENTINA

Toyota SW4 2023 chega ao Brasil em quatro versões

Na linha 2023, o utilitário esportivo Toyota SW4 incorpora todas as novidades da picape Hilux e apresenta a versão GR-Sport

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 04/12/2022 às 08:29

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Na versão "top" com selo Gazoo Racing, o SW4 ganha 20 cavalos a mais / Divulgação

Em 1997, a Toyota do Brasil decidiu colocar no mercado nacional um utilitário esportivo derivado de sua bem sucedida picape média Hilux. Veio então o SW4, chamado no Japão de Fortuner e 4Runner. O SW4 herda sempre todas as inovações introduzidas na picape líder de vendas no mercado brasileiro. Desta vez, não é diferente. Importado da Argentina, o SUV chega ao Brasil ao mesmo tempo em que a nova Hilux desembarca por aqui. E a rápida atualização do utilitário esportivo em relação à “irmã” de fábrica não é por acaso. O motivo maior é mercadológico. Mesmo sendo um carro para poucos “bolsos”, o SW4 vende bem no mercado brasileiro. De janeiro a outubro deste ano, o SUV teve 10.818 unidades emplacadas, com uma boa média mensal de mais de mil exemplares.

O SW4 2023 chega ao Brasil em quatro versões, a começar pelas SRX, a de cinco lugares com preço de R$ 378.190 e a de sete, a R$ 384.690. Já as topo de linha vêm com preço de R$ 423.890 na Diamond e de R$ 437.890 na GR-Sport. O SW4 têm garantia de cinco anos ou cem mil quilômetros, o que acontecer primeiro. Os clientes brasileiros contam ainda com apoio do Serviço de Pós-Venda Toyota. A marca japonesa oferece o SW4 2023 também para aluguel, por meio dos serviços Kinto One Personal, de assinatura de veículos zero-quilômetro.

O utilitário esportivo da Toyota tem como principal novidade na linha 2023 a atualização da versão GR-Sport, com emblemas da Gazoo Racing, rodas personalizadas e 20 cavalos de potência adicionais com o turbocompressor de geometria variável e o intercooler, como na Hilux. Assim, a linha 2023 do SUV é equipada com o motor 2.8 16V turbodiesel com 204 cavalos de potência e torque de 42,8 kgfm a 3.400 rotações por minuto nas versões com transmissão manual e de 50,9 kgfm a 2.800 rpm nas variantes com câmbio automático. Segundo a marca oriental, acoplado à transmissão automática sequencial de 6 marchas, o propulsor é um dos mais potentes e econômicos da categoria. Participantes do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro, os modelos equipados com esse câmbio têm consumo de 10,1 km/l no percurso urbano e de 11,3 km/l no rodoviário. Na versão GR-Sport, a potência sobe para 224 cavalos e o torque, para 55 kgfm. Nessa configuração, o SUV tem a suspensão diferenciada das outras versões, com novas molas para ganhar maior rigidez e amortecedores monotubo com aumento de 30% no diâmetro para oferecer respostas mais diretas e lineares em condições de alta velocidade tanto em asfalto quanto no fora-de-estrada.

Nos quesitos segurança e auxílio à condução, o SW4 vem dotado de dois airbags frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho, para o motorista, bloqueio do diferencial traseiro (com acionamento elétrico), freios ABS e sistema auxiliar EBD (distribuição eletrônica de força de frenagem) nas quatro rodas, cintos de segurança de três pontos para todos os bancos (até para os dois extras das versões de até sete pessoas), com pré-tensionador e limitador de força para o condutor e passageiro da frente. Também de série, traz assistência de subida, controle eletrônico de estabilidade e de tração e luz de frenagem emergencial automática. O sistema de pré-colisão frontal do Toyota Safety Sense usa a câmera e o radar de ondas milimétricas para detectar outros veículos. O sistema de alerta de mudança de faixa é projetado para evitar desvios de pista e inclui a funcionalidade de condução assistida. Já o controle de cruzeiro adaptativo (ACC) é um sistema semelhante ao cruise control, que permite a condução a uma velocidade constante pré-determinada. O ACC usa o radar de ondas milimétricas montado na grade frontal e a câmera projetada a bordo para detectar veículos, calcular sua distância e ajustar a velocidade.

No interior, o SW4 mantém o estilo austero característico do SUV e traz renovação, com detalhes escurecidos, volante e bancos em couro e iluminação ambiente, com leds nos apoios para os pés, console central, painel e portas. Vêm de série com ar-condicionado de duas zonas automático e digital, com saídas para o banco traseiro, câmera de 360 graus e aprimoramentos no pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense, como a inclusão do sistema de pré-colisão frontal em todas as versões. O utilitário esportivo tem sistema multimídia com tela de 8 polegadas sensível ao toque, rádio com MP3, entrada USB, conexão Bluetooth e para smartphones e tablets por meio de espelhamento Android Auto e Apple CarPlay.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Ritos Tradicionais

5 simpatias de Santo Antônio: amor e prosperidade garantidos

Aprenda a realizar as simpatias mais populares de Santo Antônio para atrair amor verdadeiro e abençoar sua vida com prosperidade

campanha solidária

Estoques de sangue em SP batem 40% e governo incentiva doação

O processo de doação leva menos de uma hora e pode salvar até quatro vidas

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter