últimas notícias

Gerente chegou a tirar R$ 200 mil em joias

O gerente de uma joalheria chegou a tirar cerca de R$ 200 mil em joias do cofre da empresa em que trabalha, na manhã de quinta-feira. Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam três suspeitos do crime na avenida 23 de Maio, na zona sul de SP.

Os criminosos colocaram nele um colete dizendo que tinha explosivos para obrigá-lo a pegar as joias da loja. A bomba era falsa, mas a vítima não sabia disso. Os assaltantes presos vão responder por extorsão, porte ilegal de arma, resistência à prisão e associação criminosa.

O gerente não quis gravar entrevista, mas contou que durante todo o trajeto até a joalheira, ela ficou no banco de trás do carro sendo ameaçada e recebendo instruções de como pegar as joias e entregar para os criminosos, caso contrário, os bandidos detonariam a bomba a distância. Com o colete no corpo, o gerente entrou no cofre e encheu duas malas com joias. Quando saiu da loja, a ligação com os bandidos caiu. Desconfiados, eles desistiram do roubo e fugiram.

Os policias do Deic já monitoravam a quadrilha, isso porque o carro usado na ação tinha sido roubado.

Os polícias encontraram os suspeitos na avenida 23 de Maio e começaram uma perseguição, os bandidos atropelaram um motociclista na fuga e trocaram tiros com os policiais. Logo depois, perderam o controle e bateram na grade do Parque Ibirapuera. O gerente ainda contou que na semana passada, um homem ficou um bom tempo em frente a joalheria, observando o movimento e tirando fotos. (GSP)

Tops da Gazeta