últimas notícias
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello anunciou contrato com o Instituto Butantan
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello anunciou contrato com o Instituto Butantan
Foto: Jose Lucena/Futura Press/Folhapress

Ministro interino da Saúde diz que governo apoia isolamento social

Declaração de Pazuello, no entanto, diverge das ações da Presidência da República e também de sua orientação de abrir a economia

Após o Brasil atingir a marca de 100 mil mortes pela Covid-19, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello disse nesta segunda-feira (10) que o governo apoia o isolamento social. A declaração de Pazuello, no entanto, diverge de portaria assinada por ele mesmo em que orientou a abertura das atividades econômicas no País, mesmo após ser orientado, em maio, pelo comitê da Saúde que o isolamento era necessário para controlar a pandemia.

O ministro participou nesta segunda da inauguração de uma unidade de processamento de testes da Covid-19 na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

No evento, Pazuello disse apoiar ‘medidas de afastamento social’. "Medidas preventivas e afastamento social são medidas de gestão dos municípios e estados, e nós apoiamos todas elas, porque quem sabe o que é necessário naquele momento precisa de apoio, e nós apoiamos", declarou o ministro interino.

Além de falar sobre o isolamento, o ministro interino defendeu a necessidade de tratamento precoce para impedir o aumento de mortes pelo novo coronavírus. 

“Não está correto ficar em casa doente, com sintomas, até passar mal com falta de ar. Isso não funciona. Não funcionou, e deu no que deu. E há dois meses nós mudamos esse protocolo. Diante de qualquer sintoma, procure uma unidade básica de saúde”, disse.

Leia mais

Pazuello também defendeu a necessidade de união de toda a sociedade para combater a disseminação da doença. “Não existem, nesse momento, diferenças, partidárias ou ideológicas. Nós somos todos brasileiros combatendo, dia a dia, da melhor forma nos dedicando para que não haja mais mortos no nosso país", disse o ministro.

Unidade de testagem da Fiocruz

A Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 da Fiocruz inaugurada nesta segunda-feira vai ampliar a capacidade nacional de processamento de testes moleculares para detecção do Covid. A unidade tem a capacidade de processar 15 mil exames por dia.

Comentários

Tops da Gazeta