X

SEGURANÇA

Força Nacional vai permanecer por mais 90 dias no Amazonas

Os militares darão apoio à Funai em ações na Terra Indígena Camicuã

Agência Brasil

Publicado em 16/01/2023 às 09:20

Atualizado em 16/01/2023 às 09:23

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Os militares atuarão nos serviços de preservação da ordem pública / Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Força Nacional de Segurança Pública vai permanecer por mais 90 dias na Terra Indígena Camicuã, localizada no estado do Amazonas, nas atividades de apoio à Fundação Nacional do Índio (Funai).

A Portaria nº 283, de 12 de janeiro de 2023, assinada pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, está publicada no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (16), e determina que a prorrogação vai de 13 de janeiro a 12 de abril de 2023.

Os militares atuarão nos serviços de preservação da ordem pública e da segurança das pessoas e do patrimônio. As ações serão em caráter episódico e planejado, com o apoio logístico da Funai.

A portaria estabelece ainda que o contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública e da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

A Terra Indígena Camicuã foi homologada pelo Decreto nº 381, de 24 de dezembro de 1991. A demarcação administrativa foi realizada pela Funai. A terra é habitada pelo grupo indígena Apurinã, e está localizada no município amazonense de Boca do Acre.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Gazeta Mais

As férias escolares chegaram! Veja 5 dicas para combinar diversão com aprendizado

Especialista explicam as melhores opções

SAÚDE

Dr. Bactéria dá dicas para deixar a casa sempre limpa

Da cozinha ao banheiro, biomédico Roberto Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria, explica o que é certo e o que é errado na hora de limpar a casa

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter