últimas notícias
Bruno Covas durante campanha na zona leste da Capital
Bruno Covas durante campanha na zona leste da Capital
Foto: Divulgação

Bruno Covas: ‘Radicalismo ideológico não sabe fazer conta’

Prefeito critica candidato do PSOL sobre proposta para conter o déficit da Previdência; Boulos diz que fala foi tirada do contexto

Durante agenda de campanha no Itaim Paulista, zona leste da Capital, o prefeito e candidato à reeleição Bruno Covas (PSDB) criticou a declaração do adversário Guilherme Boulos (PSDB), que no dia anterior havia dito em sabatina para o “Estadão” que a forma para conter o déficit da Previdência municipal seria a contratação de mais servidores.

Leia mais:

Boulos promete cumprir mandato: 'Não sou tucano que abandona a prefeitura'

“Isso é um exemplo claro de que o radicalismo ideológico sabe criticar, mas não sabe fazer conta. Para cobrir um déficit anual de R$ 5,5 bilhões que temos hoje com a Previdência, querem criar um custo extra de R$ 70 bilhões em contratação de novos servidores. Não faz nenhum sentido esse tipo de ação”, afirmou Covas.

Após a repercussão negativa da declaração nas redes sociais, Boulos publicou um vídeo afirmando que a sua declaração ao jornal havia sido tirada de contexto e negou que seja a favor de mais contratações para resolver o problema.

“Eu não defendo que a forma de equilibrar a Previdência seja através de novas contratações. A maneira como me expressei, e tirada do contexto da pergunta, pode ter levado a crer nisso, que não é a minha posição”, disse o psolista.

 

Comentários

Tops da Gazeta