Publicidade

X

DE OLHO NO PODER

Vereadores do PT, PSOL e PL lideraram gastos na Câmara de SP em 2021

De Olho no Poder: Os fatos da política de São Paulo na visão do jornalista Bruno Hoffmann

Bruno Hoffmann

Publicado em 13/05/2022 às 13:29

Atualizado em 13/05/2022 às 13:39

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Câmara Municipal de São Paulo / André Bueno/CMSP

Os três vereadores paulistanos que mais usaram a verba de gabinete em todo o ano de 2021são Juliana Cardoso (PT), Luana Alves (PSOL) e Isac Félix (PL). Entre janeiro e dezembro do ano passado cada um dos 55 vereadores da Câmara Municipal de São Paulo poderia pedir reembolso de até R$ 327.262,56 (R$ 27.271,88 por mês) de gastos para o funcionamento do gabinete. Juliana Cardoso solicitou durante o ano R$ 327.045,54 desse valor. Já Luana Alves usou R$ 326.021,96 da verba, enquanto Félix utilizou R$323.443,91. Esses gastos estão dentro da lei e são usados para serviços gráficos, correios, assinaturas de jornais, deslocamentos pela cidade e materiais de escritório, entre outras finalidades. Por outro lado, os líderes em economia são Fernando Holiday (Novo, que não pediu o reembolso de nenhum centavo), Rubinho Nunes (União Brasil), Fabio Riva (PSDB), Elaine do Quilombo Periférico (PSOL) e Faria de Sá (PP). As informações são dos canais de transparência da Câmara.

Praça Princesa Isabel

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta semana o parecer de legalidade do projeto de autoria do vereador Fabio Riva (PSDB)  que prevê transformar a Praça Princesa Isabel em parque municipal. Segundo Riva, a demanda chegou a ele em 2019, antes, portanto, do local ter se transformado numa espécie de “nova cracolândia”, processo que se iniciou em 18 de março deste ano.

Operação policial

Uma ação policial na Praça Princesa Isabel na última quarta (11) provocou uma dispersão intensa de usuários de drogas pelo centro da Capital. Um homem de 32 anos morreu baleado na noite de quinta-feira (12) nos arredores do endereço. “A prefeitura investe somente na repressão para lidar com o problema, como já foi feito sem sucesso há quase duas décadas”, criticou o vereador Eduardo Suplicy (PT).

Pacaembu

Suplicy também se disse indignado nesta semana pela destruição das arquibancadas laterais do estádio do Pacaembu, em imagens que chocaram parte dos amantes de futebol. O vereador prometeu convocar a concessionária Allegra Pacaembu para prestar esclarecimentos na Câmara Municipal. “A arquibancada é parte integrante do conjunto arquitetônico que está tombando junto à praça Charles Miller”, disse o vereador. Este colunista solicitou à Allegra Pacaembu uma visita às obras. A concessionária informou que vai estudar a possibilidade e responder até a próxima semana.

Delegado Olim

Parte dos deputados estaduais paulistas se mostrou contrária à decisão do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) de rejeitar a continuidade do pedido de cassação de Delegado Olim (PP) após ele sugerir que a colega Isa Penna (PCdoB) usa o fato de ter sido abusada sexualmente para ter vantagens políticas. “Isso é vergonhoso”, disse o deputado Ricardo Mellão (Novo). “Relativizar o assédio e sugerir vantagens para a vítima é inadmissível”, afirmou Marina Helou (Rede). A defesa de Isa pediu a nulidade da sessão que poupou Olim.

Adhemar Ferreira da Silva

A Prefeitura de São Paulo vai inaugurar neste domingo uma escultura em exaltação ao atleta olímpico Adhemar Ferreira da Silva. A obra ficará exposta no canteiro central da avenida Braz Leme, na zona norte, e foi esculpida pelo artista Alex Hornest. A novidade integra um projeto da gestão Ricardo Nunes (MDB) de aumentar as homenagens a negros e negras que marcaram a vida cultural e social de São Paulo. Um levantamento do Instituto Pólis de 2020 revelou que dos 367 monumentos que homenageiam personalidades históricas na Capital apenas cinco registravam pessoas negras.
 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

FORÇA DA NATUREZA

Veja 6 vídeos de desastres provocados pelo ciclone que atinge o Brasil há 7 dias

Com ventos de mais de 100 km por hora, o fenômeno destruiu estabelecimentos, derrubou outdoors e fez o mar recuar em São Vicente, litoral paulista

Brasil

Mesmo após corte, gasolina segue mais cara no Brasil do que no exterior

Em maio, os preços da gasolina e do diesel atingiram recordes históricos nos postos brasileiros, movimento que culminou com a demissão de dois presidentes da Petrobras em pouco mais de um mês

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software