últimas notícias
De olho no Poder
Semanalmente, o jornalista Bruno Hoffmann traz uma apuração exclusiva sobre a política paulista.
[email protected]
Rosana Valle (PSB-SP) é deputada federal pelo PSB-SP
Rosana Valle (PSB-SP) é deputada federal pelo PSB-SP

São Vicente: Deputada pede que novo presídio tenha segurança armada

De Olho no Poder: os fatos da política de São Paulo na visão do jornalista Bruno Hoffmann

A inauguração em agosto do novo Centro de Progressão Penitenciária (CPP) masculino de São Vicente, no litoral paulista, continua a gerar temor em parte da população, principalmente pelo fato dos presídios no regime semiaberto não contarem com vigilância armada. Após ser procurada por moradores e lideranças, a deputada federal Rosana Valle (PSB-SP) solicitou à Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) a destinação de agentes penais armados nas duas unidades prisionais do semiaberto do município. O receio é que, sem isso, se repitam as cenas vistas em março de 2020, quando 1.379 presos do semiaberto fugiram em rebeliões em Mongaguá, Porto Feliz, Tremembé e Mirandópolis, após terem a saída suspensa pela Justiça. A parlamentar afirma que espera ser atendida “até por uma questão de contrapartida, pelo fato de São Vicente e região terem recebido mais um presídio quando, na verdade, precisam de VLT, um novo viaduto na curva do S e outros investimentos sociais e em saúde”.

Velhas figuras

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou em primeira votação um projeto de lei da vereadora Luana Alves (PSOL) com o objetivo de substituir monumentos e homenagens na Capital “que faça menções a escravocratas, eugenistas e nazistas” por obras em alusão a figuras negras e indígenas. Em caso de impossibilidade da substituição, a peça deverá ser acompanhada com uma advertência sobre o contexto histórico da homenagem. “Agora precisamos intensificar ainda mais a mobilização, para aprovarmos em segunda votação”, explica a vereadora.

Macaque in the trees
Luana Alves é vereadora na cidade de São Paulo pelo PSOL - João Raposo/Rede Câmara

Novas homenagens

A gestão Ricardo Nunes (MDB) já anunciou que a cidade de São Paulo terá cinco estátuas em homenagem a personalidades negras até março do ano que vem: à escritora Carolina Maria de Jesus (no bairro de Parelheiros), ao compositor Geraldo Filme (na Barra Funda), ao atleta olímpico Adhemar Ferreira da Silva (na Casa Verde), à ativista e compositora Madrinha Eunice (na Liberdade) e ao compositor Itamar Assumpção (na Penha ou em Pinheiros).

Bom Retiro

O cônsul-geral da Coreia do Sul em São Paulo, Insang Hwang, se reuniu nesta semana com parlamentares da Comissão de Relações Internacionais da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para falar sobre o projeto de revitalização do bairro do Bom Retiro, no centro de São Paulo, reduto de descendentes de coreanos na cidade. O cônsul pretende, com apoio das autoridades locais, instalar luminárias típicas, distribuir restaurantes e lojas pela região, aumentar a sensação de segurança nas ruas e acrescentar Coreia ao nome da estação Tiradentes do metrô. “[Esse encontro] É o primeiro passo de outras atividades que virão”, disse o deputado Paulo Fiorilo (PT), presidente da Comissão de Relações Internacionais da Alesp.

Turismo

A cidade de Olímpia, no noroeste paulista, se tornou oficialmente o primeiro Distrito Turístico do Estado de São Paulo, após assinatura do decreto pelo governador João Doria (PSDB) na última quinta (2). O presidente da Alesp, Carlão Pignatari (PSDB), que acompanhou a assinatura, disse que a ação vai atrair emprego, renda e mais investimentos para o Estado. "Quando se tornam distritos turísticos, os municípios passam a ter mais condições para atrair investimentos e potencializar o turismo de toda a região”.

Comentários

Tops da Gazeta