últimas notícias
De olho no Poder
Semanalmente, o jornalista Bruno Hoffmann traz uma apuração exclusiva sobre a política paulista.
[email protected]
Geraldo Alckmin e Márcio França
Geraldo Alckmin e Márcio França

Márcio França confirma candidatura em SP e faz mistério sobre Alckmin

De Olho no Poder: os fatos da política de São Paulo na visão do jornalista Bruno Hoffmann

Márcio França (PSB) confirmou à coluna que vai ser candidato a governador de São Paulo em 2022, após ser cogitado que poderia abrir mão da cabeça de chapa para concorrer à vice ou a outro cargo no legislativo no próximo ano. Em tom de mistério, ele disse que estará junto com Geraldo Alckmin na corrida eleitoral. “Estaremos juntos na eleição. A decisão dele ainda irá surpreender muita gente”. Alckmin está oficialmente no PSDB, mas deve deixar o partido, provavelmente rumo ao PSD. “Geraldo já saiu do PSDB, mas não decidirá o ingresso em outro partido antes da prévia do PSDB”, explicou França. As prévias tucanas estão marcadas para 20 de setembro, e por enquanto o único candidato é o atual vice-governador Rodrigo Garcia. Nos bastidores, já se começa a discutir a possibilidade de Alckmin concorrer como candidato à Presidência ou ao Senado em 2022.

Mais PSDB

Presidente do diretório municipal do PSDB em São Paulo, Fernando Alfredo é por enquanto o único inscrito nas prévias tucanas para o Senado. O atual senador José Aníbal – que tomou posse no lugar de José Serra, afastado após ser diagnosticado com mal de Parkinson –, também pretende concorrer ao cargo. Alfredo tem a favor de si o fato de estar mais perto da militância e de ter ganhado visibilidade por se opor ao governo de Jair Bolsonaro (sem partido) bem antes do diretório nacional, que só agora discute ir para a oposição ao presidente.

Macaque in the trees
Fernando Alfredo é presidente do PSDB da cidade de São Paulo - Ettore Chiereguini/Gazeta de S.Paulo

Fim do PIX?

Um projeto de lei do deputado Campos Machado (Avante) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) prevê a suspensão do PIX em território paulista. A medida valeria até que o Banco Central criasse mecanismos de segurança para evitar golpes e sequestros. A proposta de vetar o meio de pagamento gerou uma onda de críticas. Para o também deputado estadual Arthur do Val (Patriota), se trata de um “projeto paternalista que envergonha a Assembleia”. “Se for assim melhor proibir todos os tipos de pagamentos”, concluiu.

Cannabis na Alesp

O deputado estadual Sérgio Victor (Novo) protocolou e aguarda a aprovação da formação da Frente Parlamentar em Defesa da Cannabis Medicinal e Cânhamo Industrial na Alesp. De acordo com ele, a intenção é discutir o aprimoramento da legislação e de políticas públicas no Estado referentes à regulamentação dos produtos. “É preciso desmistificar e avançar com o debate sobre a cannabis. Além dos resultados bastante positivos em tratamentos de saúde, nosso desafio é apoiar projetos de lei que permitam a exploração da cannabis e do cânhamo industrial, que tem um enorme potencial de geração de emprego e renda”.

Mudança na Câmara de SP

Nesta semana, o suplente Rodolfo Despachante (PSC) tomou posse como vereador na Câmara Municipal de São Paulo no lugar de Gilberto Nascimento Jr. (PSC), que se licenciou do cargo por 31 dias. Pelas redes sociais, o titular explicou a decisão de se afastar temporariamente. "Nós temos um acordo partidário de sempre abrir um mês para o suplente assumir".

Comentários

Tops da Gazeta