últimas notícias
Repórter da Terra
Por Nilson Regalado - Colaborador
[email protected]
Derramando leite no jarro
Derramando leite no jarro

USP avança por comida impressa em 3D; vem aí: fazenda de inseto e leite de planta

As notícias do campo por Nilson Regalado

A Escola de Agricultura da USP entrou no seleto grupo dos centros de pesquisa que avançam no desenvolvimento de tecnologia capaz de produzir alimentos em impressoras 3D. Nos dias 14 e 15 de agosto, esta coluna anunciou o surgimento do primeiro filé de salmão impresso em alta tecnologia, em Viena, na Áustria. Agora, em parceria com dois institutos franceses, a USP criou géis à base de mandioca e trigo com características ideais para serem usados como “tintas” para produzir alimentos por impressão 3D.

Outubro também ficou marcado pela notícia de que estão avançados os estudos para produção de um “leite” feito com plantas. A bebida terá sabor e textura como a original, da vaca. Diferente dos similares não lácteos, o novo produto não coalha quando aquecido e pode ser misturado ao café. A empresa da Califórnia conclui a pesquisa em 12 meses.

No Reino Unido, startups e universidades serão parceiras na primeira fazenda para produção de moscas em larga escala. O objetivo é alimentar peixes criados em cativeiro. A ideia é reduzir a pressão sobre soja e milho, usados nas rações, e, assim, evitar a concorrência alimentar entre animais e humanos. O fundo de investimentos arrecadou 11 milhões de euros para “tocar” o projeto, que pode impulsionar a aquicultura no mundo todo, contribuindo para recuperação dos estoques pesqueiros no mar.

Governo afaga fazendeiro...
Sob o mantra liberal da criação de um ambiente mais favorável à geração de novos negócios, a Secretaria de Previdência e Trabalho, espólio do antigo Ministério do Trabalho, publicou neste mês a revisão da NR 31. A norma baixada no Governo Lula definia regras para garantir saúde e segurança ao trabalhador rural. A mudança era uma exigência do Centrão, base de apoio a Bolsonaro no Congresso Nacional.

...e prejudica boia-fria.
Com a redução das exigências, o Ministério da Economia estima que fazendeiros economizem R$ 4,3 bilhões/ano. O mimo surge em um momento favorável ao agro, que terá alta de 2% no PIB, enquanto a economia do País como um todo deverá encolher 4%. A revisão esteve suspensa por meses, enquanto durou a liminar obtida pelo Ministério Público do Trabalho.

Vinho mineiro é ouro...
Um vinho feito com uvas syrah colhidas no sul de Minas Gerais conquistou a medalha de ouro no Brazil Wine Challenge 2020. O concurso tem chancela da Organização Internacional do Vinho e foi realizado em Bento Gonçalves, berço do vinho brasileiro. As videiras florescem entre as montanhas de Minas desde 2010...

...no Wine Challenge.
Uma mudança nas podas, como se faz em Bordeaux, permitiu que a uva seja colhida no inverno seco e frio do sul de Minas, simultaneamente à “panha” do café. Assim, a fruta adquire mais açúcares naturais e exige menos agrotóxicos porque fica menos sujeita aos fungos que proliferam no clima úmido do verão.

Filosofia do campo:
"No elevador, penso na roça. Na roça, penso no elevador". Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), poeta mineiro.

Comentários

Tops da Gazeta