Publicidade

X

POST APAGADO

Jornal espanhol faz matéria acusada de racista sobre jogador brasileiro

Jornalista do periódico "As" chamou o atacante Igor Paixão, do Feyenoord, de "o descendente de escravos que ameaça o Atleti"

Leonardo Sandre/Assistente de redação*

Publicado em 28/11/2023 às 16:52

Atualizado em 28/11/2023 às 20:52

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Igor Paixão, do Feyenoord, da Holanda / Reprodução/Instagram

Antes da partida entre Atlético de Madrid e Feyenoord, válida pela 5ª rodada da fase de grupos da Champions League, o jornal espanhol "As" colocou o atacante Igor Paixão como grande destaque para a partida, mas o destacou como um "descendente de escravos que ameaça o Atleti" . O portal recebeu muitas críticas nas redes sociais e atualizou a matéria excluindo o termo.

O atleta Igor Paixão tem origem quilombola, grupo étnico-racial formado por descendentes de escravizados fugitivos durante o período da escravidão. A matéria, que conta a história do jovem atacante brasileiro, recebeu muitas críticas relacionadas ao cunho racista do título.

Matéria chegou a ser publicada no site oficial do jornal, mas já foi apagada/ Reprodução

Se a ideia do jornalista era "homenagear" o destaque brasileiro, para muitos internautas, acabou tendo o efeito totalmente reverso. Depois de muitos torcedores espanhóis e brasileiros se manifestarem no "X" (antigo Twitter), o jornal espanhol excluiu a publicação na rede social e editou a matéria.

A Espanha recebeu um grande debate recente após diversos casos de racismo contra jogadores brasileiros que atuam na liga espanhola. Vini Jr, do Real Madrid, foi o principal alvo dos ataques racistas. Entidades e atletas cobram um posicionamento mais rígido da federação espanhola e até mesmo do governo do país perante aos criminosos.

Trajetória de Igor Paixão

Aos 23 anos, Igor Paixão disputa sua segunda temporada pelo Feyenoord, da Holanda. o atacante foi revelado nas categorias de base do Coritiba, e chegou a passar um período por empréstimo no Londrina. Paixão se destacou no Coxa nos anos de 2021 e 2022, até ser vendido para o futebol holandês, por 8 milhões de euros (R$ 41,6 milhões, na cotação da época).

*Assistente de redação, sob supervisão

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIMINALIDADE

Polícia Civil fecha empresa que aplicava golpes financeiros no centro de SP

Golpe era através de aplicativos de mensagens; 23 pessoas foram apreendidas na operação

Iniciativa na educação

Estudantes podem concorrer a R$ 300 mil em São Paulo

Estudantes devem se inscrever até o dia 31 de março no 'Desafio Led - Me dá uma luz ai'

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter