X

PUNIÇÃO À VISTA

Juventus é acusada de fraude em compra de Cristiano Ronaldo em 2020

A publicação mostra um acordo entre o clube italiano e o jogador, ainda em 2020, para adiar quatro meses de salário do astro

Da Reportagem

Publicado em 19/01/2023 às 12:51

Atualizado em 19/01/2023 às 13:39

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Cristiano Ronaldo, durante passagem pela Juventus / reprodução Instagram

Um documento, divulgado pelo jornal "Corriere della Sera", denuncia a Juventus, da Itália, por fraude fiscal em um acordo envolvendo Cristiano Ronaldo. A publicação mostra um acordo entre o clube italiano e o jogador, ainda em 2020, para adiar quatro meses de salário do astro.

A "carta secreta" já conhecida pelo Ministério Público da Itália, revela o acordo da Juve de pagar quase 20 milhões de euros (R$ 105 milhões), o equivalente a quatro meses do salário de CR7 na época. Só que a Juventus não incluiu o valor no balanço anual correspondente.

O clube disse que tinha acordado uma redução salarial dos seus jogadores para aliviar os efeitos da pandemia na economia, mas o MP descobriu, também graças a esta "carta secreta", que o acordo não era uma renúncia, mas de adiamento do pagamento de três dos quatro meses acordados (de março a junho de 2020).

O documento foi apreendido pela polícia italiana em 23 de março de 2022, segundo o 'Corriere', durante buscas realizadas na sede da Juve. O acordo foi assinado apenas pelo então diretor esportivo, o italiano Fabio Paratici.

A Juventus não adiou o pagamento apenas de Cristiano Ronaldo. Outros nomes do elenco, como o argentino Paulo Dybala e o italiano Chiellini também chegaram ao mesmo acordo com o clube italiano.

A investigação das autoridades italianas sobre irregularidades na contabilidade da Juventus começou em novembro de 2021. Procuradores de Turim analisaram os três últimos balanços financeiros do clube e encontraram indícios de crime por “falsas comunicações de empresas cotadas e emissão de faturas de operações inexistentes”.

Daí a irregularidade no documento secreto entre Cristiano Ronaldo e a Juve, assinado num momento em que o clube apresentava para a liga italiana contratos com redução de salários.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CRIME DE TRÂNSITO

Motoristas pagam R$ 600 por dispositivo anti-multa

Golpe da folha magnética permite encobrir caracteres da placa do veículo

Oportunidade em Guarulhos

Feira de empregos: prefeitura e institutos devem oferecer 200 vagas em evento

Para participar dos processos seletivos é necessário levar um documento de identificação original e o currículo atualizado

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter