X

LESÃO GRAVÍSSIMA

Lesão de Ferraresi, do São Paulo, é grave e zagueiro pode não jogar mais pela equipe

O que chama a atenção no lance, é que mesmo com o ligamento rompido, Ferraresi ainda desarmou o atleta adversário e jogou a bola para lateral

Leonardo Sandre (GSP) e Thiago Braga (Folhapress)

Publicado em 23/01/2023 às 11:47

Atualizado em 25/01/2023 às 12:45

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Momento da lesão de Nahuel Ferraresi / Reprodução/Premiere

O empate sem gols com o Palmeiras neste domingo 22) foi apenas o terceiro jogo do São Paulo em 2023, mas o clube já tem um problema para o restante da temporada: a lesão do zagueiro venezuelano Nahuel Ferraresi.

"Substituído no clássico com o Palmeiras por um entorse no joelho direito, o zagueiro Nahuel Ferraresi passou por exame de imagem que detectou uma ruptura no ligamento cruzado anterior, razão pela qual o jogador terá de ser submetido a cirurgia, ainda em data a ser definida", diz a nota do São Paulo FC.

Leia Também

• Palmeiras e São Paulo empatam sem gols em clássico morno pelo Paulista

Segundo apuração de setoristas do Tricolor do Morumbi, o atleta ficará de 6 a 8 meses fora. O que chama a atenção no lance, é que mesmo com o ligamento rompido, Ferraresi ainda desarmou o atleta adversário e jogou a bola para lateral.

A diretoria do São Paulo deve reabrir as conversas com o Grupo City para prorrogar o empréstimo do zagueiro venezuelano. O contrato atual vai até o fim de junho deste ano. A ideia é que o vínculo seja estendido até o final do ano. Se isso não acontecer, é provável que ele não atue mais com a camisa tricolor.

Com a lesão de Nahuel Ferraresi, Rogério Ceni tem apenas três zagueiros à disposição no momento para escalar.
Arboleda, Alan Franco e Beraldo são os beques que podem entrar em campo.

Diego Costa ainda se recupera da cirurgia para a retirada de um fragmento ósseo do joelho esquerdo no mês passado.

Rafinha, que pode atuar improvisado no setor, também saiu machucado do Allianz Parque, com dores no tornozelo esquerdo, e inicia o tratamento nesta segunda-feira.

O clube tricolor agora terá de correr para contratar outro zagueiro.

Ceni já tinha pedido a contratação de reforços. Para o treinador, o clube precisa urgentemente de um lateral esquerdo e um centroavante. Agora, mais um defensor. Conhecido por sempre pedir novas peças, Ceni vê o grupo ainda curto:

"Não estou reclamando, apenas constatando do que faltam peças. Se o clube conseguir trazer, vai ajudar bastante a gente. Caso contrário, a tendência é desgaste e lesão".

O problema é que o clube já contratou sete jogadores neste ano: o goleiro Rafael, o zagueiro Alan Franco, o volante Méndez, o meia-atacante Wellington Rato e os atacantes David, Marcos Paulo e Pedrinho. A falta de grana é um entrave.

"Me dou super bem com a direção e converso todos os dias. Não é que cobro, mas peço a eles para trazer. Precisamos de certa urgência. É um time que precisa dessas alternativas. Estamos procurando, mas o clube não tem dinheiro para contratar" disse Ceni.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Apagão 2024

Mancha solar reaparece e pode causar apagão

A tempestade desse mês foi marcada por auroras boreais e austrais em vários lugares do mundo

PRESOS EM FLAGRANTE

Polícia prende dupla que tentava instalar 'chupa cabra' em caixa eletrônico da Grande SP

De acordo com a Polícia Civil, dispositivo estava conectado a uma central interligada ao equipamento

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter