X

CLIMA PESADO

Muro do CT do Palmeiras é pichado em protestos contra presidente Leila; veja imagens

Os protestos pediram a contratação de jogadores e também foram direcionados contra a presidente Leila Pereira e a diretoria do Verdão

Da Reportagem

Publicado em 23/01/2023 às 14:59

Atualizado em 23/01/2023 às 15:18

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Os muros da sede social do Palmeiras foram pichados no fim da noite deste domingo por torcedores do Alviverde / Divulgação/ SE Palmeiras

Os muros da sede social do Palmeiras foram pichados no fim da noite deste domingo, horas depois do time de Abel Ferreira empatar sem gols com o São Paulo pela terceira rodada do Campeonato Paulista. O Verdão só venceu um dos três jogos disputados na temporada e não encantou os torcedores com as atuações. 

Os protestos pediram a contratação de jogadores e também foram direcionados contra a presidente Leila Pereira e a diretoria do Verdão. Vale lembrar que nenhum jogador foi contratado para essa temporada.

"Queremos jogadores" "Diretoria fraca" e "Acorda blogueirinha" foram algumas das mensagens escritas.

Veja tweets com fotos das pichações:

Em relação ao time do ano passado, o elenco perdeu peças importantes como Danilo e Gustavo Scarpa, negociados com o Nottingham Forest, da Inglaterra.

Mais cedo, Abel Ferreira falou sobre a política de investimentos do clube e reforçou a ideia de que a equipe não precisa de muitos reforços. O treinador, porém, admitiu a necessidade de "jogadores prontos" para a sequência da temporada.

No próximo sábado, o Palmeiras decide o primeiro título da temporada. A Supercopa, que reúne os atuais campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil, será disputada contra o Flamengo, em Brasília.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Reforma no interior

Prefeitura de Nova Europa abre licitação de R$ 360 mil para reforma de escola municipal

Início de recebimento das propostas será a partir do dia 18 de junho e da disputa de preço será dia 2 de julho

PROPAGANDA ANTECIPADA

Pré-candidata do Novo critica valor de multas a Lula e Boulos

TRE-SP condenou Lula a pagar R$ 20 mil por propaganda antecipada, enquanto Boulos foi multado em R$ 15 mil

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter