últimas notícias

Governo e prefeitura renovam convênio para fiscalizar comércio

O secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos, assinou nesta semana o convênio para renovação da Atividade Delegada em São Carlos. Com a parceria, policiais militares vão continuar auxiliando o município na fiscalização do comércio ambulante irregular.

"É muito importante a integração, primeiro entre as polícias, depois, das polícias estaduais com as municipais. São forças que se reforçam. São as chamadas operações interagências, em que todos estão juntos com o mesmo propósito, que é prover a segurança que a população deseja e necessita", afirmou o secretário, após assinar a renovação do programa. As informações são do Governo do Estado de São Paulo.

O novo convênio tem vigência de cinco anos e doze vagas diárias. Os policiais poderão atuar até oito horas por dia e 80 horas por mês ou na jornada com 12 horas diárias tendo limite de até 96 horas mensais.

"Em São Carlos, nós investimos em segurança pública e isso tem ajudado a melhorar os índices criminais", ressaltou o prefeito da cidade, Airton Garcia.

COMO FUNCIONA.

Implantada pela primeira vez na cidade de São Paulo, em 2009, a Atividade Delegada é desenvolvida atualmente em outras 60 cidades paulistas. Só na região de São Carlos, outros 11 municípios têm o convênio.

As prefeituras interessadas em implantar a Atividade Delegada devem procurar o Comando da Polícia Militar da região com um projeto específico que atenda às necessidades da cidade. A proposta deve ser encaminhada ao Comando Geral da Polícia Militar e à Secretaria de Segurança Pública para que, depois de analisado, seja aprovado pelo secretário. (GSP)

Tops da Gazeta