últimas notícias
Segundo Doria, o setor de economia criativa foi um dos mais afetados pela crise
Segundo Doria, o setor de economia criativa foi um dos mais afetados pela crise
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Com economia afetada por pandemia, SP tem arrecadação de R$ 2,6 bi inferior ao previsto

De acordo com os dados apresentados pela gestão Doria nesta segunda (11), o governo estadual arrecadou pouco mais de R$ 11 bilhões de ICMS

Dados apresentados nesta segunda-feira (11) mostram que o governo de São Paulo arrecadou pouco mais de R$ 11 bilhões de ICMS, um resultado R$ 2,6 bi (19%) inferior ao previsto.

"Se projetarmos à frente, estamos vendo até uma queda maior em junho e maio, uma queda substancial da arrecadação", disse o secretário da Fazenda, Henrique Meirelles.

Um dos setores mais afetados é o da economia criativa, ou seja, a cultura. Segundo o governador João Doria (PSDB), a gestão avalia maneiras de reativar as atividades deste segmento, por meio de apresentações virtuais e drive-in, não só para cinema, mas também para teatro e dança, por exemplo.

Doria também lembrou que, além do estado, a cultura também precisa de auxílio da esfera federal para se recuperar.

"As medidas que foram divulgadas e apresentadas nessa nova quarentena, que vai até 31 de maio, preservam 74% da economia de São Paulo. Aliás, são os mesmos 74% das duas quarentenas anteriores", disse o governador.

Segundo a secretária do desenvolvimento econômico, Patricia Ellen, correspondem a esta quantia os setores da cadeia de abastecimento (desde a produção até a distribuição), a alimentação (por delivery), a comunicação social e produção de conteúdo, construção civil, hotéis, manutenção e oficinas, petróleo e gás, agropecuária, a indústria, a saúde, a segurança privada, os serviços domésticos, o setor de energia, e o de transporte e logística.

Comentários

Tops da Gazeta