últimas notícias
Chamamento pretende contratar 1.500 vagas de UTI da rede privada
Chamamento pretende contratar 1.500 vagas de UTI da rede privada
Foto: Divulga??o/Governo SP

Com previsão de colapso, governo de SP abre edital para contratar 1.500 leitos de UTI

O chamamento foi publicado no Diário Oficial desta quarta; segundo a gestão estadual, sem os novos leitos haveria um "colapso no sistema de saúde"

O Governo de São Paulo abriu um edital para a contratação de 1.500 leitos de UTI da rede particular para casos do novo coronavírus. O chamamento foi publicado no Diário Oficial desta quarta (20). Segundo a gestão estadual, sem os novos leitos haveria um "colapso no sistema de saúde".

Cada leito custará, por dia, R$ 1.600. A previsão é de 270 mil diárias. A Administração ainda prevê a contratação de 3 mil leitos clínicos para permanência mínima de cinco dias, ao custo de R$ 1.500 cada. São previstas 108 mil diárias.

No chamamento, a gestão do governador João Doria (PSDB) prevê colapso do sistema de saúde público em três semanas, considerando o avanço da doença no Estado.

“(...) certamente ocorrerá, em três semanas, o colapso no sistema de saúde, pois os leitos de UTI disponíveis ainda não são suficientes para enfrentar a crescente ameaça de grave e irrecuperável lesão à saúde pública do Estado", diz o texto publicado no Diário Oficial.

 

Comentários

Tops da Gazeta