últimas notícias
Pinguim foi encontrado em uma praia de Ilhabela
Pinguim foi encontrado em uma praia de Ilhabela
Foto: Divulgação/Instituto Argonauta

Primeiro pinguim da temporada 2020 é resgatado em Ilhabela

Ave foi transferida para Instituto Argonauta, em Ubatuba, cansada e desidratada

Um Pinguim-de-Magalhães foi resgatado neste mês na praia do Itaguaçu, em Ilhabela, Litoral Norte paulista. Ele é o primeiro a aparecer na região, abrindo a temporada 2020.

A ave juvenil foi resgatada, levada para a Unidade de Estabilização em São Sebastião e transferida para base do Instituto Argonauta em Ubatuba, onde passa por cuidados especiais no Centro de Reabilitação e Despetrolização (CRD) desde o último dia 16 de junho.

De acordo com o Instituto Argonauta, o pinguim foi resgatado pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) no dia 9 de junho e apresentava sinais de cansaço e estava desidratado.

Agora, permanece em reabilitação até que esteja apto e saudável para ser futuramente solto no mar.

De acordo com o Instituto, o aparecimento de pinguins na costa brasileira é bastante comum nesta época, quando se lançam ao mar em busca de alimento. Alguns acabam se perdendo do grupo e são encontrados nas praias brasileiras, muitas vezes debilitados, por isso são resgatados e reabilitados.

A grande maioria migra das regiões patagônicas e Ilhas Malvinas onde existem as colônias de reprodução. Conforme o Argonauta, os Pinguins-de-Magalhães não são polares, por isso, não estão adaptados a baixas temperaturas.

A orientação é quem, caso alguém encontre essas aves na praia, não as coloque na água gelada. O ideal é colocá-la em um lugar seco como, por exemplo, uma caixa de papelão, a envolva em uma toalha ou jornal para mantê-la aquecida, e aguarde o resgate especializado chegar.

O Instituto Argonauta reabilita pinguins desde 1998 em continuidade ao trabalho realizado pelo Aquário de Ubatuba desde 1996, tendo resgatado diversos Pinguins-de-Magalhães nos anos em que os passaram pelo Litoral Norte.

Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos debilitados ou mortos, a pessoa pode entrar em contato pelos telefones 0800-6423341 ou no Instituto Argonauta: (12) 3833-4863 / 3833-5789/ (12) 3834-1382 – Aquário de Ubatuba) / (12) 38335753/ (12) 99705-6506 – WhatsApp.

Comentários

Tops da Gazeta