últimas notícias
Cemitério da Vila Formosa, na zona leste da Capital
Cemitério da Vila Formosa, na zona leste da Capital
Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Folhapress

Mortes por Covid-19 no Estado de SP aumentam 34% em 4 semanas

Com o avanço do coronavírus, Centro de Contingência poderá definir nesta terça-feira novas restrições para conter a doença no Estado

As mortes causadas pela Covid-19 tiveram um aumento de 34%, nas últimas quatro semanas, no estado de São Paulo. Nesta segunda-feira, o Estado contabilizava 45.136 óbitos e 1.388.043 casos confirmados do novo coronavírus, segundo dados do governo estadual.

Macaque in the trees
Arte: Gazeta de S.Paulo

Além da alta no número de mortes no período, os casos em todo o Estado cresceram 54% e as internações por Covid-19 subiram 13%.

Com o avanço da doença, medidas mais restritivas podem ser impostas. O governador João Doria (PSDB) afirmou que o Centro de Contingência, que se reúne nesta terça (22), poderá definir novas ações de contenção da doença, enrijecendo ainda mais as medidas restritivas de funcionamento de estabelecimentos comerciais.

Nesta segunda-feira, durante coletiva de imprensa, o secretário da Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, disse que é preciso respeitar a quarentena. “Precisamos respeitar a quarentena. Estamos esgotados, porém a pandemia continua com força total. Ainda continuamos elevando os índices da saúde", ressaltou Gorinchteyn.

Leia mais:

Butantan terá 10,8 milhões de doses da CoronaVac até 31 de dezembro

Dados

Segundo dados apresentados pelo governo nesta segunda, na última semana epidemiológica foram 7.191 novos casos - número semelhante ao que foi registrado nos meses de junho, julho e agosto. Há quatro semanas, o registro de novos casos foi de 4.666.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 66,9% na Grande São Paulo e 61,8% no Estado. Entre as vítimas fatais estão 25.964 (57,5%) homens e 19.172 (42,5%) mulheres. Os óbitos permanecem concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,8% das mortes. 

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta