últimas notícias
Segundo a secretaria estadual de saúde, a confirmação das novas variantes tem ocorrido por meio de sequenciamento genético
Segundo a secretaria estadual de saúde, a confirmação das novas variantes tem ocorrido por meio de sequenciamento genético
Foto: LEOPOLDO SILVA/AGÊNCIA SENADO

Peruíbe registra primeiro caso no litoral de variação da Covid-19

A confirmação veio após um pesquisador do Laboratório de Virologia de Medicina Tropical da USP (IMT-FMUSP) ter efetuado exame

A Baixada Santista registrou na terça-feira (16) o seu primeiro caso de pessoa infectada com uma variação da Covid-19. O paciente em questão se trata de um morador de Peruíbe que se tornou o primeiro caso da cepa britânica no litoral paulista.

A confirmação veio após um pesquisador do Laboratório de Virologia de Medicina Tropical da USP (IMT-FMUSP) ter efetuado exame. Até o momento, sete casos da variação britânica já foram confirmados no Estado de São Paulo, enquanto a variante de Manaus já infectou 25 pessoas.

Leia mais: 

De acordo com as autoridades sanitárias de todo o País, as variantes são preocupantes porque há a possibilidade de trazerem alterações na transmissibilidade, na letalidade e ainda ocasionarem reinfecções. Todos esses fatores estão sendo estudados e analisados em todo o mundo para verificar as reais complicações.

Segundo a secretaria estadual de saúde, a confirmação das novas variantes tem ocorrido por meio de sequenciamento genético, além de investigação epidemiológica dos casos, como relatos sobre histórico de viagens e contatos com moradores dessas regiões onde as variantes foram observadas primeiramente.

Ainda segundo a secretaria, não há confirmação científica de que essas variantes são mais transmissíveis ou que provoquem quadros mais graves. Também não há comprovação sobre ineficácia das vacinas contra as variantes.

A secretaria reforça que para combater o novo coronavírus e suas variantes é necessário que a população continue usando máscara, higienizando as mãos, mantendo distanciamento social e tomando a vacina.

Comentários

Tops da Gazeta