últimas notícias
Vacinação em Botucatu, cidade do interior de SP
Vacinação em Botucatu, cidade do interior de SP
Foto: Prefeitura de Botucatu

Covid-19: Botucatu aplicará 3ª dose em massa em público de 18 a 59 anos

Em um só dia a meta é imunizar toda a população adulta da cidade, dando assim continuidade ao estudo realizado por Oxford na Cidade

A cidade de Botucatu, no interior de São Paulo, vai realizar no dia 19 de dezembro um mutirão para aplicar a terceira dose da vacina contra a Covid-19 em toda a população adulta do município. A ação visa dar continuidade ao estudo da Oxford que avalia a eficácia da imunização em uma mesma comunidade.

De acordo com a prefeitura cidade, em um mesmo dia, toda a população com idade entre 18 e 59 anos será imunizada assim como ocorreu na aplicação da primeira e da segunda doses. A expectativa é que 70 mil adultos sejam imunizados com o reforço. As informações são do R7.

No mutirão de dezembro haverá uma mudança. Diferentemente das primeiras aplicações, quando o imunizante utilizado foi o da AstraZeneca, ainda não se sabe se desta vez será utilizada apenas a Pfizer ou os dois imunizantes.

Até o último levantamento, 138 mil pessoas já haviam se vacinado ao menos com a primeira dose em Botucatu, sendo que 128,7 mil já concluíram o esquema vacinal, o que representa 87% da população. O Município, segundo o governo de São Paulo, tem 148,1 mil habitantes.

Visando o sucesso do experimento, o secretário municipal da Saúde, André Spadaro, que pediu adesão maciça de todos aqueles que tomaram a segunda dose em massa em 8 ou 14 de agosto. 

“Diferentemente de outros municípios em que esse prazo para a dose de reforço vai vencer ao longo dos próximos dois ou três meses de forma gradual, aqui em Botucatu, pelas características do estudo clínico, um grande contingente de munícipes, em torno de 70 mil, completará esse prazo para receber a dose de reforço; portanto, será necessária uma campanha de vacinação”, disse o secretário.

As novas ondas de infecção pelo coronavírus que atingem a Europa, os Estados Unidos e a Ásia são o principal motivo para este reforço na vacinação na Cidade.

Comentários

Tops da Gazeta