X

OPERAÇÃO DELEGADA

Bombeiros passam a atender Samu e fazer poda de árvore na Capital

Operação Delegada vai destinar 94 bombeiros para reforçar o Samu e 6 para atuar na poda e corte de árvores

Bruno Hoffmann

Publicado em 02/04/2024 às 12:46

Atualizado em 02/04/2024 às 13:18

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Ricardo Nunes, durante cerimônia do Corpo de Bombeiros nesta terça / Edson Lopes Jr./Divulgação

Os agentes do Corpo de Bombeiros passaram a ter autorização nesta terça-feira para reforçar os trabalhos de poda e corte de árvores e de atendimento pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A ação deve ser realizada por meio da Operação Delegada.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

O programa é realizado por meio de convênio entre a prefeitura e o governo paulista para que agentes da Polícia Militar reforcem o policiamento na cidade durante as folgas. O custo é pago pela prefeitura, e a adesão é voluntária.

Uma lei da prefeitura de São Paulo sancionada no fim do ano passado passou a liberar os bombeiros para participar da Operação Delegada. Guardas-civis municipais (GCMs) também podem atuar no programa.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

“Nosso grande desafio dentro do Samu é diminuir o tempo de atendimento, fazer um atendimento rápido e com qualidade. São bombeiros preparados e treinados", afirmou o prefeito Ricardo Nunes (MDB) em cerimônia que deu início aos trabalhos na manhã desta terça, na Praça da Sé.

Para o Samu, serão destinados inicialmente 94 bombeiros para reforçar os atendimentos, com 34 ambulâncias, das quais 20 para o período diurno, 10 para o noturno e 4 reservas, que são equipadas com desfibrilador.  

Para os trabalhos de poda e corte de árvores, serão destacados seis bombeiros.

Bombeiros na Operação Delegada

De acordo com o secretário estadual da Segurança Pública, Guilherme Derrite, a permissão dos bombeiros participarem das ações é importante para a população.

“Quando se aumenta a capilaridade de atendimento, colocam-se as viaturas em vários locais, diminui o tempo resposta, que é a chegada da viatura, seja o Samu, seja da unidade de resgate, e até no corte de árvore que está em um perigo de queda iminente. A gente está salvando vidas”, afirmou Derrite.

O projeto de lei, de autoria do prefeito Ricardo Nunes, foi aprovado na Câmara Municipal, em novembro do ano passado, de forma simbólica, apenas com registros contrários de vereadores do PSOL e de abstenções de parte do PT. 

A inclusão do Corpo de Bombeiros no projeto foi um pedido do vereador Bombeiro Palumbo (PP).

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ESPECIAL TURISMO

Ilha do Montão do Trigo: Conheça o paraíso do litoral norte

Localizada em São Sebastião, a ilha tem águas cristalinas, muita natureza e uma história de impressionar; saiba mais

NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Boulos pede investigação contra Nunes por empresas ligadas ao crime organizado

Pré-candidato do PSOL diz ao Ministério Público que atual gestão municipal se mostrou impotente 'para fazer frente a essa situação degradante'; entenda

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter