X

IMUNIZAÇÃO NA CAPITAL

São Paulo não tem previsão para receber vacinas da dengue

Capital ainda não tem uma previsão de quando irá iniciar o processo de imunização; doses são distribuídas pelo Ministério da Saúde

Matheus Herbert

Publicado em 29/02/2024 às 15:00

Atualizado em 07/03/2024 às 15:31

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Guarulhos e outras cidades da Grande São Paulo começaram a vacinar contra a doença neste mês / José Cruz/Agência Brasil

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

A cidade de São Paulo ainda não tem uma previsão de quando irá iniciar o processo de imunização contra a dengue na rede municipal de saúde. Guarulhos e outras cidades da Grande São Paulo começaram a vacinar contra a doença neste mês. As doses para a imunização são repassadas pelo Ministério da Saúde (MS). 

Saiba por que hemorragia não é o principal sintoma da dengue grave

Procurada pela reportagem da Gazeta, a Prefeitura de São Paulo disse que já enviou dois ofícios solicitando os imunizantes para iniciar o processo nas unidades básicas de saúde. “A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) encaminhou no dia 20 de fevereiro um novo ofício ao Ministério da Saúde (MS) reforçando a necessidade de receber as doses da vacina contra dengue para proteger a população. O segundo ofício foi enviado no dia 6 de fevereiro e o primeiro no dia 30 de janeiro".

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A Administração da Capital finalizou dizendo que aguarda as vacinas. “O MS registrou o recebimento do documento e a Prefeitura segue aguardando a resposta”. 

Veja quais remédios não tomar em caso de suspeita de dengue

Escolha das cidades 

No dia 25 de janeiro, o Ministério da Saúde divulgou a lista dos cerca de 500 municípios brasileiros que iriam receber doses do imunizante num primeiro momento para vacinação do público-alvo, da faixa entre 10 e 14 anos. 

No estado de São Paulo, receberam a imunização as seguintes cidades: Guarulhos, Suzano, Guararema, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes, Poá, Arujá, Santa Isabel, Biritiba-Mirim e Salesópolis. A capital paulista ficou fora da lista.

Governo vai enviar vacinas contra dengue para mais 29 municípios

Segundo o Ministério da Saúde, a restrição na cobertura vacinal se deve à baixa capacidade na produção do imunizante pelo laboratório Takeda Pharma.

A imunização foi anunciada pelo governo desde o início da nova gestão do Ministério da Saúde, em meio à alta de casos e mortes no País. 

'Dia D' contra dengue movimenta escolas, Defesa Civil e cidades de SP; entenda mutirão

Em 2023, o Brasil bateu o recorde de mortes com 1.096 óbitos. Em 2024, o número de casos registrados já é o dobro que no mesmo período do ano passado. 

A Gazeta também procurou o Ministério da Saúde e questionou se existe a previsão de novas doses de vacinas contra a dengue para o estado de São Paulo e a Capital. Até o momento a pasta não se manifestou.

Dengue: grávidas e bebês podem usar repelentes?

 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Transportes

SPTrans abre Licitação para centralizar arrecadação bilionária do Bilhete Único

Empresa busca instituição financeira para gerenciar cerca de R$ 7,2 bilhões arrecadados anualmente com o Bilhete Único

NEGÓCIOS e economia

Fusão com Grupo Soma: Arezzo&Co; muda nome para Azzas 2154

Nova denominação faz parte da fusão com o Grupo Soma e ações serão negociadas na B3 sob o ticker "AZZA3"

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter