X

SOLIDARIEDADE

Com previsão 7°C, SP arrecada agasalhos para sem-teto; saiba como ajudar

Com previsão de geada a partir da próxima semana, cidade participa campanha de arrecadação para assistir pessoas em vulnerabilidade

Joe Silva

Publicado em 13/05/2022 às 14:52

Atualizado em 13/05/2022 às 16:09

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Pessoas em situação de rua / Governo de SP

Para a próxima semana está prevista a chegada de uma massa polar no Brasil com potencial para provocar precipitação de neve em algumas localidades. A cidade de São Paulo será uma das mais afetadas pelo fenômeno e terá temperaturas mínimas abaixo de 11°C na quarta, quinta e sexta-feira (18, 19 e 20).

A título de comparação, em 2016, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na estação do Mirante de Santana, a oficial da capital São Paulo, a temperatura de 9,5°C, uma das mais baixas do histórico recente.

Visando dar assistência a pessoas em situação de rua e em vulnerabilidade social, o governo paulista disponibilizará caixas de arrecadação de agasalhos em todas as unidades do Poupatempo disponíveis na Capital e também em outras diversas cidades. A ideia é arrecadar cobertores e agasalhos para ajudar a aquecer quem precisa.

Para ajudar, basta levar o material limpo e em bom estado e depositar na urna disponibilizada na unidade do Poupatempo mais próxima.

 

Pessoas nas ruas

Além de ajudar por meio de doações, a iniciativa pública conta também com a colaboração dos munícipes para encontrar pessoas em situação de rua que estejam precisando de suporte. É possível solicitar o resgate e acolhimento de uma pessoa vulnerável por meio do telefone 156 da Prefeitura de SP.

O serviço funciona 24 horas por dia e a solicitação pode ser anônima. Entretanto, é importante informar o endereço da via em que a pessoa em situação de rua está com número aproximado, citar pontos de referência, além de características físicas e detalhes de como a pessoa a ser abordada está vestida.

A rede de serviços de acolhida do município conta com 15.116 vagas em Centros de Acolhida, 2.138 vagas em hotéis, e outras 1.064 já credenciadas em estabelecimentos hoteleiros.

Somente na madrugada de quinta para sexta-feira (13), 287 pessoas foram acolhidas pelo serviço de assistência público da Capital.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter