X

REVOLTA EM TERMINAL DE SP

Passageiro se revolta com demora de ônibus em SP e promove quebra-quebra em terminal

A confusão veio após esperar o ônibus circular por mais de 2 horas; a empresa responsável admitiu a falha na circulação dos coletivos

Lucas Souza

Publicado em 21/03/2024 às 14:00

Atualizado em 21/03/2024 às 14:36

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Passageiro se revolta com demora de ônibus em SP e promove quebra-quebra em terminal / Reprodução

Na noite desta quarta-feira (20) um passageiro se revoltou e destruiu parte do terminal de ônibus Varginha, na zona sul da cidade de São Paulo. O motivo teria sido pelo fato do homem ter ficado esperando mais de 2 horas o ônibus circular.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Testemunhas flagraram o momento e gravaram imagens que circulam nas redes sociais. A identificação do passageiro que promove o quebra-quebra não foi divulgada. 

A ação foi motivada por outros passageiros que estavam no terminal com destino a Parelheiros (linha 6072/10 Jardim São Nicolau).

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O que aconteceu

Segundo imagens, é possível identificar um homem jogando o móvel dos fiscais da empresa. Outros passageiros que aguardavam na fila gritavam em apoio ao homem.

Ainda no vídeo, é possível ver um ônibus da Transwolff lotado. Vários passageiros aguardam do lado de fora do coletivo, formando uma fila extensa.

Usuários da linha relataram que se formaram sete filas diferentes da mesma linha, entre 19h às 22h.

SPTrans

Em nota enviada ao “G1”, a SPTrans disse que já contatou a concessionária responsável e está realizando reuniões para que sejam tomadas as medidas necessárias para que o serviço dos coletivos esteja de acordo com o padrão exigido pela cidade de São Paulo.

De acordo com a SPTrans, as autoridades foram acionadas para conter o manifestante.

“Todas as partidas são fiscalizadas pela SPTrans 24h por dia, eletronicamente, por meio dos equipamentos de GPS instalados em toda a frota de ônibus que opera no sistema de transporte coletivo público da cidade. Quando constatados descumprimentos das viagens, a concessionária responsável é multada”, disse a gestão Ricardo Nunes (MDB) .

O que disse a Transwolff

Em nota enviada ao “G1”, a concessionária responsável disse que “lamenta o ato de vandalismo no Terminal Varginha na noite desta quarta, dia 20” e disse que registrou boletim de ocorrência da ação.

A empresa chegou a admitir que não está prestando os serviços de forma adequada para a população.

“Essa manifestação de duas pessoas, e não da população, corrobora como suspeita. Admitimos que a operação não está no padrão Transwolff, mas isso não justifica essa cena lamentável de destruição do patrimônio público. Pedimos desculpas para a população e vamos resolver estas questões muito em breve”, declarou a empresa.

*Texto sob supervisão de Matheus Herbert

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Leilão de veículos

Detran-SP realiza leilão online com lances a partir de R$ 2 mil

Carros conservados e sucatas disponíveis; visite e faça seu pré-lance em julho

Licitação

Prefeitura de Capivari abre licitação de R$ 807 mil para recapear ruas

Obras serão destinadas às ruas Vitório Gatti e Américo Forti, no bairro Porto Alegre; prazo de entrega da obra é de até 3 meses

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter