X

SABESP CAMINHA PARA PRIVATIZAÇÃO

Privatização da Sabesp é aprovada em SP: veja como cada vereador votou

Projeto de lei que viabiliza a privatização da Sabesp recebeu 36 votos favoráveis e 18 contrários na Câmara de SP; proposta ainda precisa passar por 2ª votação

Bruno Hoffmann

Publicado em 18/04/2024 às 13:37

Atualizado em 18/04/2024 às 14:43

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Vereadores da Capital aprovaram a privatização da Sabesp em primeira votação / Divulgação

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira, ainda em primeira votação, o projeto de lei que viabiliza a privatização da Sabesp. O placar foi de 36 votos favoráveis e 18 contrários à proposta.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

O texto ainda precisa passar por uma segunda votação em plenário, que deve ocorrer depois de 27 de abril, quando se encerram as audiências públicas.

A aprovação na Câmara paulistana é necessária porque a lei municipal 14.934, de 2009, prevê que contratos "serão automaticamente extintos se o Estado vier a transferir o controle acionário da Sabesp à iniciativa privada".

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

A privatização da companhia é o grande desejo do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), aliado do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

Veja como cada vereador votou no projeto da Sabesp

Votaram a favor

Aurélio Nomura (PSD)

Carlos Bezerra Júnior (PSD)

Coronel Salles (PSD)

Cris Monteiro (Novo)

Danilo do Posto (Podemos)

Dr. Milton Ferreira (Podemos)

Dr. Nunes Peixeiro (MDB)

Sandra Tadeu (PL)

Edir Salles (PSD)

Eli Corrêa (União Brasil)

Ely Teruel (MDB)

Fabio Riva (MDB)

Fernando Holiday (PL)

George Hato (MDB)

Gilberto Nascimento (PL)

Gilson Barreto (MDB)

Isac Felix (PL)

Janaína Lima (PP)

João Jorge (MDB)

Jorge Wilson Filho (Republicanos)

Major Palumbo (PP)

Marcelo Messias (MDB)

Marlon Luz (MDB)

Milton Leite (União Brasil)

Paulo Frange (MDB)

Ricardo Teixeira ((União Brasil)

Rinaldi Digilio (União Brasil)

Rodrigo Goulart (PSD)

Rubinho Nunes (União Brasil)

Rute Costa (PL)

Sandra Santana (MDB)

Sansão Pereira (Republicanos)

Sidney Cruz (MDB)

Sonaira Fernandes (PL)

Thammy Miranda (PSD)

Xexéu Tripoli (União Brasil)

Votaram contra

Adilson Amadeu (União Brasil)

Alessandro Guedes (PT)

Arselino Tatto (PT)

Celso Giannazi (PSOL)

Adriano Santos (PT)

Elaine do Quilombo Periférico (PSOL)

Eliseu Gabriel (PSB)

Hélio Rodrigues (PT)

Jair Tatto (PT)

João Ananias (PT)

Jussara Basso (PSB)

Luana Alves (PSOL)

Luna Zarattini (PT)

Manoel Del Rio (PT)

Toninho Vespoli (PSOL)

Roberto Tripoli (PV)

Senival Moura (PT)

Silvia da Bancada Feminista (PSOL)

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saidinhas

Congresso rejeita veto de Lula e proíbe 'saidinhas' de presos

Lula tentou manter uma lista mais ampla de possibilidades para as saídas temporárias

Fake Agents

Jogador Paolo Guerrero leva golpe de R$ 2 milhões e PF investiga

Paolo Guerrero, ex-jogador do Corinthians, foi vítima em 2022 de um esquema que fraudava saques

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter