X

VIOLÊNCIA BRUTAL NO LITORAL

VÍDEO: câmera registra momento em que idoso recebe voadora e morre

Cesar Fine Torresi atravessava a rua Pirajá da Silva de mãos dadas com o neto, de 11 anos, no dia 8 de junho, quando foi agredido por Tiago Gomes de Souza; entenda caso

Matheus Herbert

Publicado em 18/06/2024 às 13:00

Atualizado em 18/06/2024 às 14:53

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Tiago Gomes de Souza (dir.), acusado de matar após uma voadora o idoso Cesar Fine Torresi (esq.) / Arquivo pessoal e reprodução TV Tribuna

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que Tiago Gomes de Souza, acusado de matar após uma voadora o idoso Cesar Fine Torresi, comete a agressão. Cesar, de 75 anos, estava acompanhado do neto de 11 anos quando foi agredido em Santos, no litoral paulista.

O vídeo foi obtido pelo “G1” nesta terça e também é utilizado pela Polícia Civil nas investigações do causa. Na última semana, o acusado participou da reconstituição do crime e chorou de joelhos

Cesar Fine Torresi atravessava a rua Pirajá da Silva de mãos dadas com o neto, de 11 anos, no dia 8 de junho. De acordo com boletim de ocorrência, Tiago dirigia um carro e freou bruscamente, momento em que o idoso apoiou as mãos sobre o capô do veículo. O motorista saiu do automóvel e o chutou no peito com uma voadora. 

Nas imagens é possível ver o momento em que o idoso foi agredido pelo empresário. No entanto, devido à distância da localização da câmera e do local da agressão, não há detalhes suficientes de como o crime foi praticado. 

Segundo o vídeo, Tiago corre em direção ao idoso, passa por cima do canteiro e golpeia a vítima. Ele afirmou à polícia, durante a reconstituição do crime, que acertou o idoso abaixo do quadril. A versão, segundo a delegada Liliane Doretto, não é compatível com o laudo preliminar da causa da morte.  Confira vídeo do momento da agressão clicando aqui

Suspeito vira réu no processo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) aceitou denúncia por homicídio doloso qualificado contra Tiago Gomes de Souza, neste domingo (16). O réu está preso preventivamente. 

Agora, Tiago vai responder à acusação com duas qualificadoras: motivo fútil e uso de recurso que impossibilitou defesa da vítima. O Ministério Público de São Paulo (MPSP) também pediu fixação de R$ 300 mil de indenização para a família do idoso. 

 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Automotor

Conheça o Territory: SUV médio da Ford

Com apenas nove meses no mercado, o modelo novo do Territory já tornou-se mais fácil de encontrar nas ruas brasileiras

DISPUTA NA GRANDE SP

Pré-candidato do PL em Guarulhos anuncia vice e fala em 'momento histórico'

'Um momento histórico e de mudanças aqui para a nossa cidade', afirmou Sanches ao anunciar a formação da chapa

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter