últimas notícias

Grande São Paulo

-
-
Foto: Gazeta de S.Paulo

Casal achado morto em motel havia se divorciado

Os dois foram encontrados mortos em um motel às margens da rodovia Mogi-Dutra (SP 098), no bairro Jardim Aracy; segundo a SSP, Anderson matou a mulher e depois se matou

O casal encontrado morto em um motel de Mogi das Cruzes na última segunda-feira (10) havia se divorciado há quase dois meses. O Diário Oficial da Justiça trouxe na publicação de 19 de dezembro a decisão do processo que Alene Roberta Fernandes Ferreira da Silva, de 25 anos, ingressou pedindo o fim da união com Anderson Fernandes Ferreira da Silva, de 30 anos. As informações são do "G1".

Os dois foram encontrados mortos em um motel às margens da rodovia Mogi-Dutra (SP 098), no bairro Jardim Aracy. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Anderson matou a mulher e depois se matou.

Os funcionários do motel ouviram disparos ainda durante a noite de domingo, quando o casal chegou ao motel. Um encarregado caminhou pelo local, mas não encontrou nada anormal. Apenas no dia seguinte, como o casal não saiu, funcionários viram pela janela que os corpos estavam na cama e no chão.

Foi então que a Polícia Civil foi chamada. Os policiais encontraram a mulher caída em uma cama com ferimentos e o homem estava no chão, junto a uma pistola calibre 380.

Em 2017, a vítima chegou a entrar com um pedido de medida protetiva contra o ex- companheiro. Porém, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) não divulgou se o documento foi concedido a ela ou se ainda estava em validade. No entanto, segundo a Polícia Civil, a medida estava em vigência. O casal deixa dois filhos, um de um ano e meio e o outro de três

Tops da Gazeta