últimas notícias
Com o lote desta manhã, o instituto forneceu um total de 37,2 milhões de doses da vacina CoronaVac
Com o lote desta manhã, o instituto forneceu um total de 37,2 milhões de doses da vacina CoronaVac
Foto: Divulgação/Instituto Butantan

Polícia tenta identificar invasores de UBS que gerou descarte de 84 doses de vacina

Município precisou descartar 439 doses de vacinas que seriam destinadas à imunização de diversas doenças, dessas 84 eram da Coronavac

A Polícia Civil investiga a invasão que aconteceu na Unidade de Saúde da Família do Potuverá, em Itapecerica da Serra e levou à perda de 84 doses da Coronavac, vacina contra a covid-19 produzida pelo Instituto Butantan.

O crime foi descoberto na manhã da última sexta-feira, dia 5, quando funcionários chegaram para por volta das 6h30 na unidade e encontraram o cadeado do portão arrombado, a porta lateral aberta e os vidros quebrados. Os criminosos cortam os fios de energia elétrica, deixando o local sem luz por horas, o que levou ao descarte de 439 doses de vacinas que seriam destinadas à imunização de diversas doenças, 84 eram contra a covid-19. As informações são do “Portal O Taboanense”.

Leia mais:

Dez cidades da Grande SP suspendem totalmente as aulas presenciais

Segundo a Autarquia de Saúde, as 84 doses da Coronavac perdidas seriam utilizadas para imunização dos idosos residentes no Mosteiro da Paz e idosos do bairro que já estavam agendados para receber a segunda dose.

Ainda segundo a Autarquia de Saúde, a polícia investiga qual teria sido a motivação do crime, já que nenhum objeto de dentro da unidade foi furtado. Trabalha-se com a hipótese de ter sido uma tentativa de furto de vacinas.

A polícia já recebeu as imagens do sistema de segurança da unidade, que irão ajudar a identificar os invasores. A Autarquia Municipal de Saúde de Itapecerica da Serra solicitou, também, explicações à empresa responsável pelo monitoramento sobre a falha do equipamento de alarme, que não disparou, e sobre a razão de nenhum responsável ter sido acionado durante a noite, no período em que a unidade permaneceu sem energia.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta