últimas notícias
Vacina se torna obrigatória para servidores municipais no ABC
Vacina se torna obrigatória para servidores municipais no ABC
Foto: Divulgação

Vacina se torna obrigatória para servidores municipais do ABC

Quatro das sete cidades do Grande ABC tornam obrigatória a vacinação contra Covid-19 para servidores

As câmaras de Diadema e São Bernardo do Campo aderiram a vacinação contra Covid-19 obrigatória para os servidores municipais.

A obrigatoriedade da vacina para os servidores já ocorre nas cidades de Mauá e São Caetano do Sul.

O funcionário que se recusar a receber ou apresentar comprovante do imunizante dentro do prazo será impossibilitado de permanecer no posto de trabalho e sua ausência será classificada como falta injustificada, anulando um dia de trabalho.

A medida é válida para servidores que são elegíveis a vacinação e que deveriam ter concluído o programa vacinal com as doses estipuladas, sendo duas ou em alguns casos uma única dose. A comprovação deverá ser feita com a cópia do certificado de vacinação ou com certificado emitido pelo aplicativo Conecte SUS (Sistema Único de Saúde).

Segundo a administração municipal de Diadema, o edital com a obrigatoriedade da vacina deverá ser publicado nos próximos dias.

Em São Bernardo do Campo, a medida valerá a partir do dia 27 deste mês, dez dias após a publicação no Diário Oficial do Munícipio, a publicação deverá ser feita na sexta-feira (17).

O prefeito da Cidade, Orlando Morando destaca que “A vacina tem salvado vidas. É fundamental que as pessoas estejam imunizadas para a promoção de um ambiente de trabalho mais seguro a todos os funcionários e, também, à população que é atendida pelos servidores”.

Na região do Grande ABC, há mais de um mês prefeituras adotaram a medida, as cidades de Mauá e São Caetano do Sul já estão em fase de recolhimento dos comprovantes e nenhum processo administrativo disciplinar por falta de comprovação foi aberto em ambos.

 

Comentários

Tops da Gazeta