últimas notícias
Ônibus da cidade de Taboão da Serra
Ônibus da cidade de Taboão da Serra
Foto: Arquivo/Ricardo Vaz/PMTS

Taboão da Serra: Kizaemon Takeuti terá faixa exclusiva de ônibus

A prefeitura de Taboão da Serra informou que a estrada Kizaemon Takeuti terá faixas exclusivas para ônibus

A prefeitura de Taboão da Serra confirmou nesta semana que a estrada Kizaemon Takeuti terá faixas exclusivas de ônibus nos horários de pico.

O secretário de mobilidade urbana e transporte, José Vanderlei disse que já estão sendo implantadas as placas informando da mudança. As faixas irão funcionar das 6h às 9h e das 17h às 20h.

“Nós iniciamos a fixação das placas indicativas que a estrada Kizaemon Takeuti sofrerá alterações para priorizar o fluxo de ônibus. Nos horários de saída e os de retorno, os horários de pico. Será uma faixa especial, das 6h às 9h da manhã os ônibus fluirão de forma exclusiva [no sentido] no sentido Embu para Taboão. E no final do dia, das 17h, às 20h, prioridade para os ônibus retornando para nossos trabalhadores para que cheguem mais cedo”, afirmou José Vanderlei a TS TV, canal de comunicação da prefeitura. 

A iniciativa, além de dar mais fluidez para o tráfego do transporte coletivo também prevê o incentivo ao comércio local, aumentando o fluxo dos usuários que poderão aproveitar a abertura das diversas lojas do Pirajuçara.

Em entrevista ao Portal, José Vanderlei afirmou que a medida surgiu após estudos que viabilizam esse tipo de iniciativa. “Nós [prefeitura] precisamos facilitar o fluxo [de trânsito], tanto de chegada, quanto de saída e temos que priorizar o transporte coletivo. E a estrada Kizaemon Takeuti é um importante corredor viário de Taboão da Serra”.

Uma das necessidades para a implantação da faixa exclusiva para ônibus é que na divisa com São Paulo, onde já existe esse tipo de preferência para os coletivos, acontece um “estrangulamento”, gerando congestionamentos e principalmente atrasos nas viagens.

A faixa exclusiva para ônibus funcionaria apenas nos horários de pico. “Das 6h às 9h no sentido bairro / centro e depois, das 17h às 20h, no senti do contrário. Nesse período não será permitido o estacionamento neste local, então é claro que isso impacta no comércio, por isso começamos esse estudo”, disse José Vanderlei.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta