X

Crise na Companhia

Diretor da Starbucks terá R$ 52 mil de seu salário descontado pela justiça

Diretor Kenneth Pope, que comanda a operação das marcas Starbucks e Subway no Brasil, recebia salário líquido de R$ 130 mil regularmente

Monise Souza

Publicado em 20/05/2024 às 14:45

Atualizado em 20/05/2024 às 14:46

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Kenneth Pope, CEO e fundador da SouthRock que atua no Brasil desde 2008 / Divulgação

A juíza de Direito Mônica Soares Machado, da 33ª vara Cível de São Paulo, determinou na última segunda-feira (13) que o diretor Kenneth Pope, responsável pela operação das marcas Starbucks e Subway no Brasil, terá 40% do seu salário líquido descontado após determinação da justiça. 

Siga a Gazeta nas redes sociais e fique bem informado! 

Mesmo com a empresa enfrentando uma crise financeira, o CEO tinha remuneração com o valor bruto de R$ 188 mil, com o pró-labore. Porém, recebia de salário líquido o valor R$ 130 mil regularmente. Com a determinação, o valor descontado será de R$ 52 mil, equivalente aos 40% que foi penhorado.

Defesa do CEO

A defesa do empresário tentou reverter a decisão falando que esse salário era destinado às despesas como alimentação e gastos com a educação do filho. A juíza chegou a acolher parte da justificativa e considerou para decidir a porcentagem da penhora.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Em uma ação de execução de título extrajudicial que solicitava o pagamento dos valores pela SouthRock, no dia 1º de abril deste ano, foram apresentadas planilhas pela defesa do CEO para tentaram reduzir o percentual para 5%, mas a juíza havia rejeitado os argumentos.

Empresas em recuperação judicial

A SouthRock Capital, operadora de restaurantes multimarcas, está em processo de recuperação judicial nas operações com a Starbucks e Subway. O processo envolve dívidas de R$ 71,5 milhões da companhia com a Travessia Securitizadora e Ibiuna Investimentos, empresas de créditos financeiros.

Em dezembro de 2023, o Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou um pedido referente às operações da Starbucks no Brasil, que foi protocolado em outubro para relatar as dívidas da empresa. O valor devido pelo Starbucks é de R$ 1,8 bilhão.

Já a Subway possui um saldo devedor que ultrapassa R$ 482 milhões. O pedido foi apresentado em março deste ano à 1ª Vara de Falências de São Paulo, e a empresa tem um prazo de 60 dias para apresentar o plano de recuperação da dívida.

Alguns executivos da empresa, incluindo Kenneth Pope, estão sendo investigados pela Polícia Civil de São Paulo por supostamente forjarem documentos e omitirem os valores em dívidas para realizar um financiamento de R$ 75 milhões com empresas de crédito.

Quem é Kenneth Pope?

Kenneth Pope é CEO e fundador da SouthRock Capital. O empreendedor veio para o Brasil ao se tornar diretor financeiro da Laço Managment, uma subsidiária da Riata para a América Latina com sede em São Paulo. 

Em 2015, ele fundou a empresa dedicada a negócios de alimentos e bebidas no Brasil e se tornou responsável pela Subway e pelo Starbucks.

Com a aquisição, o Brasil entrou para uma lista dos 17 países na América Latina e Caribe onde as empresas atuam em modelo de gestão que deixa o controle local sob responsabilidade de “parceiros”, na forma de licenciamento dos direitos sobre as operações.

*Texto sob supervisão de Lara Madeira

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

campanha solidária

Estoques de sangue em SP batem 40% e governo incentiva doação

O processo de doação leva menos de uma hora e pode salvar até quatro vidas

ATUAÇÃO DO CRIME ORGANIZADO

Entenda como hotéis e pensões no centro de SP eram usados para lavar dinheiro

Policiais encontraram 28 hospedagens que eram usadas para lavagem de dinheiro do tráfico de drogas na região central da Capital

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter