Publicidade

X
Leilões & Negócios

Empreendedora troca carteira assinada por e-commerce e fatura no setor de roupas infantis

Ideia de criar o próprio negócio foi motivada pela paixão de costurar fantasias para as filhas

Publicidade

Vanessa Cocco abriu um negócio próprio, impulsionada pela paixão em criar fantasias confortáveis e duráveis para as três filhas / Divulgação

Um dos principais motivos que levam as mulheres a iniciarem seu próprio negócio é o desejo de conciliar melhor a vida profissional com a rotina junto aos filhos. Segundo a Rede Mulher Empreendedora (RME), 7 em cada 10 mulheres buscam o empreendedorismo por conta da maternidade.

Foi o caso da Vanessa Cocco, 43, dona da loja Quimera Kids, quando abriu um negócio próprio, impulsionada também pela paixão em criar fantasias confortáveis e duráveis para as três filhas. Ela decidiu empreender no segmento

de roupas infantis, confeccionando e vendendo fantasias, acessórios, roupões e pijamas, por meio de sua loja virtual, além de atender encomendas.

Para tirar o objetivo do papel e imprimir suas características no negócio, Vanessa buscou o auxílio da Loja Integrada, maior plataforma para criação de lojas virtuais do país, com mais de 2,5 milhões de lojas criadas. "Foi por meio da Loja Integrada que eu consegui criar o meu site, o que ajudou muito no crescimento do meu negócio e na percepção da minha marca. O site funcionou como um impulsionador de vendas e novas oportunidades para o meu empreendimento", conta.

O sucesso foi tanto que, em 2017, a empreendedora trocou a estabilidade da carteira assinada em uma multinacional, onde trabalhou por mais de 20 anos, para se dedicar com exclusividade ao seu negócio. Já em 2020, em plena pandemia, abriu sua primeira loja física na região da Mooca, zona leste de São Paulo.

"Queremos ajudar todos os empreendedores a expandirem seus negócios, não importa o conhecimento que já tenham de vendas pela internet. Oferecemos todo o suporte aos lojistas para que eles tenham sucesso com suas operações online. Em muitos casos, o valor conquistado é tão alto que a aposta cresce para além da loja virtual e ganha outros canais: lojas físicas, marketplaces, redes sociais. Em outros casos, recebemos justamente quem já tem maturidade nas vendas físicas e damos todo o caminho para traduzir esse mesmo êxito na rede.", destaca Marina Ballester, chefe de experiência do cliente da Loja Integrada.

No primeiro trimestre deste ano, a Quimera Kids registrou crescimento de 340% em relação ao mesmo período do ano passado. Mais de 90% do faturamento vem do online. A loja virtual já acumula mais de 116 mil visitas. A expectativa de Vanessa agora é continuar o crescimento acelerado e aumentar a linha de produtos vendidos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

OPORTUNIDADE

Cate-SP tem 700 vagas de emprego com inscrições até quarta-feira

As candidaturas podem ser realizadas pela internet ou presencialmente nas unidades do Cate da Capital

SEGURANÇA PÚBLICA

Taxa de homicídios no estado de SP é a mais baixa da história

Pela primeira vez, Segurança Pública do Estado registra índice menor que 6 ocorrências por 100 mil habitantes nos últimos 12 meses

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software