Publicidade

X
LUXO

Leilão da Daslu é prorrogado

Nova tentativa de vender os direitos da marca ocorre em 7 de junho

Publicidade

Fundada em 1958 por Lúcia Piva de Albuquerque e Lourdes Aranha dos Santos, a Daslu comercializava artigos de luxo de diversas marcas e atingiu o seu ápice a partir dos anos 1990 / Divulgação

O leilão da marca Daslu, que deveria ter ocorrido na última quarta-feira (11), foi prorrogado e deve acontecer no dia 7 de junho, às 13h, no site da plataforma Sodré Santoro. O lance inicial segue em R$ 1,4 milhão.

Aberto para lances desde o final do mês de abril, até a manhã da sexta-feira (13), a marca não havia recebido nenhuma oferta.   Caso não haja compradores no dia 7 de junho, um segundo leilão será realizado em 14 de junho, com lance mínimo igual ou superior a 50% do valor de avaliação. Se, ainda assim não houver a venda, no dia 21 de junho acontece uma terceira tentativa.

Além de obter os direitos de exploração da marca, o ganhador também terá direito sobre as demais marcas do Grupo Daslu, nos quais estão incluídos todos os segmentos explorados pela falida empresa, representativos de 50 registros e processos ativos perante o Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

NOVO DONO

Garcia assina privatização de Parque Villa Lobos e outros dois

Candido Portinari e Parque da Água Branca também têm assinatura de concessão nesta quarta

RIO DE JANEIRO

Filha é presa suspeita de roubar R$ 720 milhões da mãe no Rio

Para atingir a cifra milionária em roubos, a jovem focou em obras de arte

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software