X

Mundo

Após 18 meses de espera, Hungria aprova a entrada da Suécia na Otan

Suécia é o 32° país a compor a organização; entenda a importância

Yasmin Gomes

Publicado em 26/02/2024 às 19:45

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

"A adesão da Suécia tornará todos nós mais fortes e mais seguros", disse Jens Stoltenberg, secretário-geral da Otan. / Agência Efe/Folhapress

Nesta segunda-feira (26), a entrada da Suécia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foi aprovada pela Hungria. O parlamento húngaro era o último que faltava para a aprovação, com 188 votos a favor e seis contra a entrada da Suécia - após adiar a decisão por mais de 18 meses. Para o ingresso na Organização é necessário que todos os ingressantes aprovem.

Agora, é necessária uma assinatura do presidente da Hungria para formalizar a aprovação da candidatura sueca à Otan, o que deve acontecer nos próximos dias. Assim a Suécia se tornará oficialmente o 32° membro do acordo militar.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O que é a Otan?

A Otan é uma aliança, atualmente formada por 32 países, incluindo EUA, Canadá, Reino Unido e França, criada em 1949, no período da chamada Guerra Fria, sob lideranças dos EUA em oposição à extinta União Soviética. Os países ligados aos EUA pertenciam à Otan, e a União Soviética tinha uma aliança nos mesmos moldes, o Pacto de Varsóvia. Após a dissolução do bloco comunista, muitos países que eram membros do Pacto de Varsóvia entraram na Otan.

Atuação

É uma aliança que zela pelos interesses econômicos dos membros, com algumas exceções, como, por exemplo, quando agiu diretamente na Líbia, no conflito que derrubou o ditador Muammar Gaddafi. 

O que muda com a entrada da Suécia?

Com a Suécia fazendo parte da Otan, toda a costa do Mar Báltico fará parte do território da aliança (com exceção da costa da Rússia e Kaliningrado), ou seja, caso ocorra um ataque russo, por exemplo, seria mais fácil defender os países bálticos.

O Mar Báltico também é um importante ponto comercial: é uma rota de acesso marítimo aos portos de São Petersburgo e Kaliningrado, ambos na Rússia.

Além disso, o exército sueco e todo equipamento militar do país também estarão disponíveis à Otan. O texto conta com informações do "G1". 

O país também é conhecido por sua potência marítima com submarinos. Já tendo participado de algumas missões da Otan, como no Afeganistão. 

Os suecos também se comprometeram a aumentar os gastos com defesa para atingir a meta da Otan de 2% do produto interno bruto (PIB).

Confira a lista dos países integrantes: 

  • Albânia (2009)
  • Alemanha (1955)
  • Bélgica (1949)
  • Bulgária (2004)
  • Canadá (1949)
  • República Checa (1999)
  • Croácia (2009)
  • Dinamarca (1949)
  • Eslováquia (2004)
  • Eslovênia (2004)
  • Espanha (1982)
  • Estados Unidos (1949)
  • Estônia (2004)
  • Finlândia (2023)
  • França (1949)
  • Grécia (1952)
  • Holanda (1949)
  • Hungria (1999)
  • Islândia (1949)
  • Itália (1949)
  • Letônia (2004)
  • Lituânia (2004)
  • Luxemburgo (1949)
  • Macedônia do Norte (2020)
  • Montenegro (2017)
  • Noruega (1949)
  • Polônia (1999)
  • Portugal (1949)
  • Reino Unido (1949)
  • Romênia (2004)
  • Turquia (1952)

*Texto sob supervisão de Matheus Herbert

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mistério

Adolescente de 15 anos suspeito de triplo homicídio é encontrado morto

Principal suspeito de matar uma família na cidade vizinha de Agudos desapareceu logo após a descoberta dos corpos

Licitação

Prefeitura de Cafelândia abre licitação de R$ 611 mil para pavimentação.

Critério de julgamento será de menor preço global; Abertura da sessão pública será dia 17 de junho, às 9h

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter