X

CONFUSÃO

'Proteção do clima não é um crime', diz Greta após ser presa e liberada

A ativista protestava na mina Garzweiler 2, que fica na cidade de Luetzerath, a cerca de 570 quilômetros de Berlim

UOL-Folhapress

Publicado em 18/01/2023 às 15:49

Atualizado em 18/01/2023 às 15:55

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Uma testemunha flagrou a Greta sozinha em um ônibus da polícia após ser presa / Reprodução

A ativista sueca fez uma publicação nas redes sociais após ser detida nesta terça-feira (17) em uma mina de carvão na Alemanha. Ela e um grupo tentavam impedir a expansão da instalação, que funciona a céu aberto. 

Segundo informações da polícia, Greta e o grupo do qual fazia parte foram apenas removidos para fora de uma área de perigo, onde depois foram obtidas as identidades dos manifestantes. 

Eles protestavam na mina Garzweiler 2, que fica na cidade de Luetzerath, a cerca de 570 quilômetros de Berlim. 

Uma testemunha flagrou a Greta sozinha em um ônibus da polícia após ser presa.

O governo alemão argumenta que a expansão da mina de carvão é necessária para garantir a segurança energética da Alemanha, compensando a interrupção do abastecimento de gás russo.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Parabéns Bertioga

Aniversário de Bertioga, neste fim de semana, terá show de Fábio Jr; veja programação

A entrada é gratuita, sendo opcional a doação de 1 kg de alimentos não perecíveis

Copa no Brasil

Brasil vence eleição e vai ser sede da Copa do Mundo de futebol feminino

País recebe o campeonato em 2027; eleição aconteceu durante o 74º Congresso da Fifa, em Bangcoc, na Tailândia

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter