Publicidade

X

Grande São Paulo

Após anúncio de fechamento de fábrica, metalúrgicos protestam no ABC

Depois de comunicado da Ford informando o fechamento da fábrica este ano, metalúrgicos protestaram na manhã de ontem; a unidade tem cerca de 3 mil funcionários

Matheus Herbert

Publicado em 21/02/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Funcionários da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo protestaram em frente à unidade na manhã desta quarta-feira / /Edu Guimarães/ SMABC

Na manhã desta quarta-feira, um grupo de funcionários realizou um protesto em frente a fábrica da Ford na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Na tarde de terça-feira, a Ford anunciou através de um comunicado oficial o fechamento da fábrica neste ano e que vai parar de vender caminhões na América do Sul. O protesto foi liderado pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André, Aparecido Inácio da Silva.

Segundo o presidente, já havia um processo de negociações que indicava para o fechamento da fábrica. "Quando um negócio vive em busca de benefícios, se sacrificando ou buscando alternativas pra sobreviver, não há como tornar o saldo positivo", apontou em entrevista ao "G1" Aparecido.

De acordo com a Ford, a decisão é "um importante marco no retorno à lucratividade sustentável de suas operações na América do Sul".

"A Ford está comprometida com a América do Sul por meio da construção de um negócio rentável e sustentável, fortalecendo a oferta de produtos, criando experiências positivas para nossos consumidores e atuando com um modelo de negócios mais ágil, compacto e eficiente", disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

A Ford ainda disse que não mensurou a quantidade de funcionários afetados pelo encerramento das atividades da fábrica, mas que haverá um "número significativo". Na unidade trabalham cerca de 3 mil pessoas de diversos outros setores.

A montadora prevê uma despesa extra de US$ 460 milhões (cerca de R$ 1,7 bilhão a câmbio atual) por conta do encerramento das
operações.

Desses, cerca de R$ 360 milhões serão gastos na compensação de funcionários demitidos, concessionárias e fornecedores e vão impactar o caixa da empresa.

Prefeitura.

Ainda na terça-feira, o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando (PSDB), disse ter ficado surpreso com o anúncio da Ford. Em nota enviada à imprensa, Morando disse "pelo menos poderiam ter respeitado o Brasil e a nossa cidade."

O texto cita que Morando ficou "indignado com o fato da Ford não ter avisado e tampouco dialogado com ninguém sobre sua decisão de deixar de atuar no segmento de caminhões na América Latina."

O documento ainda fala que a decisão da montadora vai afetar muitas famílias na cidade, direta e indiretamente, e qualificou a medida como covarde. "São 2.800 famílias diretamente e outras 2.000 indiretamente que mereciam uma chance de reagir, isso é uma covardia." (GSP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

VIAGENS E PREPARATIVOS

Veja 9 países onde o brasileiro não precisa de passaporte

Pessoas portadora do RG (Registro Geral) podem usar ele para entrar em países sem a necessidade do passaporte; confira lista

ÁGUA NA BOCA

Não sabe qual sobremesa fazer na Páscoa? confira 4 receitas fáceis de fazer

Cozinheiro deu 4 dicas de receitas de sobremesas para fazer no domingo de Páscoa; confira nesta reportagem da Gazeta

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter