Publicidade

X

Serviços

Orelhas gigantes chamam atenção para surdez em SP

AÇÃO. Em agosto, as obras serão leiloadas e a renda será usada na compra de aparelhos auditivos e implantes cocleares a pacientes do SUS que estão na fila de espera

Bruno Hoffmann

Publicado em 24/04/2019 às 01:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

As esculturas fazem parte do Ear Parade, o primeiro evento de arte urbana no mundo relacionado à saúde auditiva / /Reprodução Tv Globo

Artistas plásticos de todo o País começaram a pintar na segunda-feira, no átrio do shopping Frei Caneca, em São Paulo, 66 orelhas gigantes, de 2,40 metros cada, que em julho vão ganhar as ruas e praças de São Paulo. Mais informações sobre o Ear Parade estão no site oficial do evento: www.earparade.com.br.

Em agosto, as obras serão leiloadas e a renda será usada na compra de aparelhos auditivos e implantes cocleares a pacientes de SUS que estão na fila de espera e também para ajudar o desenvolvimento de pesquisa com células-tronco em tratamentos relacionados à surdez.

As esculturas fazem parte do Ear Parade, o primeiro evento de arte urbana no mundo relacionado à saúde auditiva. O projeto foi idealizado por profissionais da área de otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP de São Paulo.

A meta é alertar para os vários fatores de risco que podem levar à surdez, como infecções (rubéola e sarampo, por exemplo) e uso de fones de ouvido com som muito alto, além de desmistificar o preconceito em relação ao uso de aparelhos auditivos.

Cerca de 9,7 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência auditiva. Desses, quase um milhão são crianças e jovens até 19 anos.

A surdez pode ser de causa hereditária ou adquirida com o envelhecimento, acidentes traumáticos, infecções contraídas na gestação, otites de repetição, medicamento tóxicos para a audição ou que podem provocar malformações no sistema auditivo do bebê. (FP)

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Taboão da Serra inicia entrega do uniforme escolar

Expectativa é que até o dia 15 de março todos os estudantes tenham recebido o kit completo

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter