últimas notícias
Sebrae movel Embu
Sebrae movel Embu
Foto: Divulgação PMETEA

NOTAS

Sebrae móvel. Embu das Artes recebe até hoje o posto móvel do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O atendimento é gratuito e ocorre das 9h30 às 16h30, na Praça Central Coronel Luiz Alves. Este projeto funciona como um escritório sobre rodas em uma van customizada para o atendimento ao público, equipada com computadores, internet, ar- condicionado e disponibiliza cartilhas com informações e orientação para quem já tem ou deseja investir em um pequeno negócio. (GSP)

Imposto de Renda. Estudantes da Escola Técnica (Etec) de Embu das Artes vão oferecer consultoria gratuita para quem encontra dificuldades no preenchimento do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). O prazo de entrega da declaração de 2019 termina no dia 30 de abril. A consultoria será realizada por estudantes, sempre sob supervisão dos professores, dia 13 de abril, das 10h às 15h. Para ser atendido na unidade é necessário levar 1 kg de alimento não perecível. Os interessados na consultoria devem levar comprovantes de rendimentos do ano-calendário 2018, declaração anterior com recibo de entrega (se houver), número do RG, CPF e título de eleitor, endereço residencial, dados da conta bancária para restituição e comprovantes de despesas que possam ser abatidas (consultas médicas, exames clínicos, mensalidades escolares, contribuição para previdência privada, entre outros). (GSP)

Volume recorde. Cerca de 44,2 milhões de suínos foram abatidos no Brasil no ano passado. O volume é recorde na série histórica da pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em 1997. De acordo com os dados divulgados ontem, houve crescimento de 3,4% em relação a 2017.O abate cresceu em 19 das 26 unidades da Federação pesquisadas. Houve aumentos em locais como Mato Grosso do Sul (mais 296,4 mil cabeças), Rio Grande do Sul (mais 194,72 mil) e São Paulo (mais 181,64 mil). Santa Catarina manteve a liderança no abate de suínos em 2018, com 26,2% da participação nacional, seguida pelo Paraná (21%) e o Rio Grande do Sul (18,6%). O abate de bovinos também fechou 2018 com crescimento (3,4%). No total, foram abatidos 31,9 milhões de animais. Já o abate de frangos teve queda de 2,5% em 2018, a segunda redução consecutiva do indicador. (AB)

Comentários

Tops da Gazeta