últimas notícias
Hospital Dia Flávio Gianotti, no Ipiranga, zona sul de São Paulo
Hospital Dia Flávio Gianotti, no Ipiranga, zona sul de São Paulo
Foto: Edson Hatakeyama/PMSP

Prefeitura de SP entrega quinta miniusina produtora de oxigênio

Equipamento foi instalado no Hospital Dia Flávio Gianotti, no bairro do Ipiranga, na zona sul da Capital

Uma miniusina de oxigênio foi entregue nesta terça-feira (27) pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para aumentar a produção do insumo e abastecer leitos hospitalares da cidade de São Paulo. A unidade foi implantada no Hospital Dia Flávio Gianotti, no Ipiranga, zona sul da capital paulista.

A miniusina é capaz de produzir 20 metros cúbicos por hora de oxigênio, sendo 480 metros cúbicos por dia. Com essa produção, consegue manter 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), produzindo 15 litros de oxigênio por minuto por paciente. Ela capta o oxigênio do ambiente natural, fazendo um processo de filtragem - que realiza a purificação – separando os gases ruins e deixando somente o oxigênio puro (pureza em 93%).

De acordo com a gestão municipal, essa é a quinta usina entregue nas últimas três semanas. Dois desses equipamentos foram entregues à rede municipal de saúde, um no Hospital Dia M’Boi Mirim II, e outro no Hospital Central Sorocabana. Outras duas usinas já estão em funcionamento: uma no Hospital Municipal Capela do Socorro, e outra na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jabaquara, que foi inaugurada no dia 20 de abril já com o equipamento gerador de oxigênio.

Até o dia 30 de abril, segundo a prefeitura, outras quatro serão instaladas nos seguintes Hospitais Dia: no Tito Lopes (zona leste), n Campo Limpo, no M’Boi Mirim I e em Cidade Ademar (as três na zona sul). Ao todo, a cidade de São Paulo contará com 19 miniusinas produtoras de oxigênio.

Comentários

Tops da Gazeta